Publicidade

Saiba como ver online o lançamento do foguete Ariane 6 na terça (9)

Por| Editado por Luciana Zaramela | 08 de Julho de 2024 às 22h00

Link copiado!

ESA - D. Ducros
ESA - D. Ducros

O foguete Ariane 6 deve ser lançado pela primeira vez nesta terça (9) no espaçoporto europeu em Kourou, na Guiana Francesa. A janela de lançamentos se abre às 15h no horário de Brasília e vai ter quatro horas de duração. A expectativa é grande, afinal, o foguete foi projetado para garantir que a Europa tenha acesso autônomo ao espaço, e o veículo deveria ter feito seu voo inaugural em 2020. No entanto, isso não aconteceu por uma série de fatores.

Nesta missão, o Ariane 6 vai levar um conjunto de nove cubesats à órbita baixa da Terra. Eles vão estar acompanhados de experimentos não-orbitais, incluindo cápsulas de reentrada que vão enfrentar temperaturas altas enquanto atravessam a atmosfera do nosso planeta.

Por questões técnicas combinadas à pandemia do novo coronavírus e da invasão russa na Ucrânia, o cronograma do Ariane 6 sofreu uma série de mudanças. Agora, o grande dia chegou.

Continua após a publicidade

Operado pela francesa Arianespace, o Ariane 6 veio para substituir o Ariane 5, foguete que foi aposentado em 2023 após chegar à marca de 117 lançamentos. 

“Com muitas características completamente novas no Ariane 6, vamos conseguir levar mais cargas úteis e mais longe, enquanto descartamos o estágio superior do lançador de forma sustentável para evitar que se torne lixo espacial”, descreveu a ESA em um comunicado.

Como ver o lançamento do Ariane 6

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

A Agência Espacial Europeia (ESA) vai iniciar a transmissão da missão quando faltar cerca de meia hora para a abertura da janela de lançamentos, ou seja, por volta das 14h30. Você pode acompanhar os eventos na ESAWebTV

Outra opção é conferir a transmissão no canal da agência espacial no YouTube.

Vale lembrar que a janela para o lançamento se abre às 15h e vai até 19h. Dependendo das condições meteorológicas e outros fatores, pode haver mudanças no cronograma.

Continua após a publicidade

Fonte: ESA