Rússia está desenvolvendo foguetes reutilizáveis similares aos da SpaceX

Por Patrícia Gnipper | 16 de Abril de 2019 às 18h38
Endgaget

Enquanto os Estados Unidos em breve deixarão de usar os foguetes russos Soyuz no envio de astronautas à Estação Espacial Internacional, contando com foguetes e naves de empresas estadunidenses para tal (como Boeing e SpaceX), a Rússia não quer ficar ainda mais defasada no cenário da indústria aeroespacial e decidiu desenvolver seus próprios foguetes reutilizáveis, similares aos da SpaceX de Elon Musk.

Yury Borisov, vice-primeiro-ministro russo, declarou o seguinte: "É claro que estamos trabalhando nisso, e quanto aos nossos colegas [dos EUA], só podemos ficar felizes com eles, é um grande sucesso". A declaração foi dada a repórteres que questionaram sobre o progresso do programa espacial russo em um cenário em que os EUA estão se destacando.

O Falcon Heavy, da SpaceX, fez seu primeiro lançamento comercial na semana passada, quando levou à órbita um satélite árabe de telecomunicações, neste que foi apenas o segundo voo do foguete em questão — o primeiro, inaugural, foi feito no início do ano passado, em caráter de testes. E a empresa já vem usando seus Falcon 9 há alguns anos, mostrando que a tecnologia de foguetes reutilizáveis veio para ficar.

Então, surgiu o projeto russo Yenisei, que construirá um foguete extremamente pesado e potente como o Falcon Heavy, pelas "mãos" da Russian Rocket e da Space Corporation Energia. A ideia é lançá-lo pela primeira vez em 2028, com voos para a Lua começando em 2030.

Além disso, a Roscosmos (agência espacial russa), junto com o S7 Group, tem um outro projeto para desenvolver um Soyuz reutilizável, baseado no Soyuz-5, que seria chamado de Soyuz-5 Light. Dmitry Rogozin, diretor-geral da agência, disse que o Light seria uma versão comercial e mais leve do foguete tradicional. Contudo, ainda não foi revelado um prazo para que o desenvolvimento da versão reutilizável do Soyuz-5 seja realizado.

Fonte: Space Daily (1) e (2

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.