NASA suspende teste de manobra da ISS com nave cargueira Cygnus

NASA suspende teste de manobra da ISS com nave cargueira Cygnus

Por Wyllian Torres | Editado por Rafael Rigues | 20 de Junho de 2022 às 16h00
NASA

A NASA suspendeu na manhã desta segunda-feira um teste com a espaçonave de carga Cygnus, atualmente acoplada à Estação Espacial Internacional (ISS). O objetivo era avaliar a capacidade da espaçonave de impulsionar a estação, elevando sua altitude, quando necessário. Atualmente, a ISS depende dos motores da nave russa Progress para tal.

O teste com a nave Cygnus consistiria em uma queima (acionamento do propulsor) durante 5 minutos e 1 segundo, mas a ignição foi cancelada apenas cinco segundos após o início da atividade. Em nota, a NASA disse que o motivo do cancelamento está sendo analisado pelas equipes.

Os controladores de voo da Northrop Grumman, dona da Cygnus, e da NASA, estabelecerão um novo plano para as próximas etapas após concluírem a revisão dos dados da operação de hoje. O objetivo é tornar a manobra da ISS com a nave um serviço padrão para a agência norte-americana.

A ISS orbita a Terra a uma altitude média de 408 km, mas como ela se encontra na chamada órbita terrestre baixa (LEO), o atrito com nossa atmosfera, mesmo que a esta altitude ela seja extremamente rarefeita, a faz perder uma média de 100 metros de altitude por dia. Por isto, rotineiramente a estação precisa realizar manobras para reajustar sua posição.

As manobras com a ISS também são necessárias para quando ocorre algum risco de colisão com lixo espacial — o que tem sido cada vez mais frequente. Hoje, a ISS conta apenas com os motores da nave russa Progress para realizar estes desvios e ajustes. Com a Cygnus a estação teria mais opções e a NASA eliminaria a dependência dos russos em um aspecto crucial da operação da estação.

Fonte: NASA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.