NASA se une à Força Espacial dos EUA para definir o futuro de viagens ao espaço

Por Patrícia Gnipper | 23 de Setembro de 2020 às 16h50
Domínio Público/NASA
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

Nesta última terça-feira (22), a NASA anunciou sua união com a recentemente oficializada Força Espacial dos Estados Unidos. Segundo o comunicado da agência espacial, a parceria garante colaboração mútua em áreas como voos espaciais humanos, política espacial do país norte-americano e defesa planetária.

“As parcerias da NASA são vitais para garantir que a América continue a liderar o mundo no uso pacífico do espaço sideral”, disse Jim Bridenstine, administrador da NASA. Ele também declarou que "este acordo com a Força Espacial dos EUA reafirma e continua nosso rico legado de colaboração com o Departamento de Defesa e fornece uma base crítica para investigar áreas de interesse mútuo para nossos distintos papéis civis e de defesa no espaço".

Para oficializar a parceria, a agência espacial divulgou um memorando, este que substitui o acordo anterior assinado há 14 anos entre a NASA e o então Comando Espacial da Força Aérea dos Estados Unidos. Com o acordo anterior, as duas organizações trocaram informações referentes a pesquisas e desenvolvimento de missões de interesse mútuo. Dessa forma, a longa história de parceria entre a NASA e os militares é renovada a partir de agora — parceria essa que remonta ao final dos anos 1950, vale dizer.

Dessa maneira, a NASA conta agora com o apoio da Força Espacial para garantir que seus colaboradores internacionais estejam de acordo com as normas estabelecidas pelos EUA para os projetos conjuntos de exploração espacial — em especial ao considerar o programa Artemis, que visa o retorno da humanidade à Lua e que já abriu as portas para a participação de outras nações.

A Força Espacial dos EUA foi implementada pelo presidente Donald Trump em dezembro do ano passado, com o objetivo de "proporcionar liberdade de operações para os EUA no espaço, do espaço e para o espaço" — conforme consta na National Defense Authorization Act (NDAA, ou "Lei de Autorização de Defesa Nacional"), a lei que oficializou a criação deste que se tornou o sexto ramo das Forças Armadas do país.

Fonte: NASA, Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.