Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Missão indiana pode ter detectado nova atividade sísmica na Lua

Por| Editado por Patricia Gnipper | 06 de Setembro de 2023 às 12h37

Link copiado!

ISRO
ISRO

O módulo de pouso Vikram, da missão indiana Chandrayaan-3, pode ter registrado dados sísmicos vindos de algum evento natural na Lua. Se confirmados, estes são os primeiros dados obtidos desde a década de 1970, e podem ajudar os cientistas a entender processos no interior do nosso satélite natural.

Os dados foram obtidos pelo instrumento Atividade Sísmica Lunar (ILSA), do Vikram, que os registrou enquanto o rover Pragyan explorava a superfície lunar. Só que, além dos dados vindos do deslocamento do rover, o ILSA identificou também o que pode ser um evento natural, como um tremor ou um impacto.

Continua após a publicidade

Segundo a publicação da agência espacial ISRO no X, o antigo Twitter, o objetivo principal do ILSA é coletar medidas de vibrações geradas por tremores naturais, impactos e eventos artificiais. Os dados sísmicos causados pelo deslocamento do Pragyan foram obtidos no dia 25 de agosto, e os do possível evento natural, no dia 26.

A ISRO ainda está investigando as origens do evento, que é de interesse científico significativo devido à data de sua ocorrência. Os melhores dados sísmicos existentes sobre a Lua atualmente foram obtidos durante as décadas de 1960 e 1970, nas missões do programa Apollo.

Estes novos dados foram coletados durante o período de atividades do lander Vikram e do rover Pragyan. Com o início da noite lunar, com seus 14 dias de duração, foi necessário que ambos entrassem no modo de hibernação, já que não vão poder recarregar suas baterias durante o período.

Fonte: Via: ScienceAlert