Menina de 7 anos construiu e lançou foguete no jardim de casa durante a pandemia

Menina de 7 anos construiu e lançou foguete no jardim de casa durante a pandemia

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 29 de Março de 2021 às 15h00
Twitter/@AstroLizsLab

Quando as restrições para conter os avanços do coronavírus foram adotadas na cidade de Leicester, no Reino Unido, a estudante Elizabeth Norman, de 7 anos, não pôde mais ir à escola. Então, ela decidiu aproveitar o tempo em casa para aprender mais sobre ciência e espaço. Nisso, ela construiu seu próprio foguete chamado “Vulcan Centaur’. A garota testou o projeto na sala de sua casa e depois lançou seu foguete no jardim de casa.

Jennifer, mãe de Elizabeth, comentou que a menina se inspirou na cobertura feita pelos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, que foram para a Estação Espacial Internacional durante a missão Demo-2 no ano passado. Assim, Elizabeth construiu o foguete usando caixas de papelão — e, segundo Jennifer, elas usaram uma “mistura de ingredientes secretos” para conseguir lançá-lo. O projeto recebeu o nome de Vulcan Centaur como uma homenagem à United Launch Alliance, a empresa de lançamentos de foguetes favorita da menina.

Antes do lançamento, Elizabeth fez um “teste de ignição estática” na sala de sua casa, com bastante fumaça liberada. Depois, o foguete foi levado para a “base de lançamento” do jardim, onde o lançamento propriamente dito seria feito. A ideia deu certo: quem passou pela rua no momento conseguiu observar o foguete caseiro subindo pelo ar. Maria Chambers, vizinha e amiga da família, ficou impressionada: “foi incrível ver quanto trabalho ela colocou no foguete, e fiquei muito feliz em vê-la fazendo tantas coisas impressionantes”, disse.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Este é mais um dos frutos que o interesse e esforços de Elizabeth renderam: ela é o membro mais jovem da diretoria da Citizen Science Association e, além disso, já interagiu e recebeu incentivo de cientistas e engenheiros da NASA, além da astronauta Zena Cardman, durante um evento público do lançamento do rover Perseverance. Ela também participou de um evento de perguntas e respostas com o astronauta Bob Behnken, que contou um pouco sobre os projetos futuros que possui.

Elizabeth tem um canal no YouTube onde divulga, para centenas de inscritos, os experimentos favoritos que faz. O destaque que ela vem conquistando lhe rendeu uma oportunidade com a empresa norte-americana Astrobotic, que presta serviços de lançamento de cargas úteis. Quando ela enviou um tuíte à empresa perguntando se eles poderiam incluir o adesivo do site dela na carga útil que será levada para a Lua com o lander Peregrine, recebeu a resposta: "Se seu foguete voará ou não — é a ciência, o esforço e o entusiasmo que realmente importam. Envie seu adesivo e vamos levá-lo para a Lua!".

Um representante da Astrobotic comentou que as novas gerações precisam de alguém para se inspirar, e que esse alguém seja como eles: "o entusiasmo que a Elizabeth tem pelo espaço é fantástico, e estamos orgulhosos de levar o adesivo dela para a Lua", disse. Para Jennifer, o lançamento da empresa será ainda mais empolgante: “já estávamos animadas com o lançamento no fim do ano, e agora vamos vê-los de uma perspectiva totalmente diferente. A Elizabeth, representada pelo adesivo, vai para a Lua!”.

Fonte: Leicestershire, BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.