Hubble detecta trio de "fósseis galácticos" próximos à Galáxia do Escultor

Hubble detecta trio de "fósseis galácticos" próximos à Galáxia do Escultor

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 31 de Agosto de 2021 às 15h00
Reprodução/ESO

O projeto Panoramic Imaging Survey of Centaurus and Sculptor (PISCeS) é voltado para a busca de galáxias de brilho fraco, como as galáxias anãs ultrafracas (UFDs), consideradas “fósseis” formados no início do universo. Assim, com observações do telescópio Hubble para o projeto, uma equipe de astrônomos identificou um trio de galáxias anãs associadas à NGC 253, localizada a aproximadamente 12 milhões de anos-luz do Sol, na direção da constelação de Sculptor, o Escultor. 

Para o estudo, a equipe observou a região próxima da NGC 253 em busca de sistemas formados por galáxias anãs, e realizou uma análise visual das imagens obtidas. Como resultado, eles encontraram cinco delas, sendo que três são consideradas UFDs. Isso indica que são menos luminosas e quimicamente evoluídas, além de terem estrutura dominada pela matéria escura. Elas têm idade estimada de cerca de 12 bilhões de anos, e quase todas as estrelas que possuem foram formadas no início do universo. 

A posição das galáxias anãs recém-descobertas aparece em vermelho, enquanto estão as de descobertas anteriores aparecem em azul (Imagem: Reprodução/Mutlu-Pakdil et al., 2021) 

O trio de galáxias recebeu os nomes Scl-MM-dw3, Scl-MM-dw4 e Scl-MMdw5. A Scl-MM-dw3, localizada a aproximadamente 11,34 milhões de anos-luz da Terra e a 264 mil anos-luz da NGC 253, é a menor UFD do trio e tem raio efetivo de aproximadamente 362 anos-luz, enquanto sua massa estelar pode chegar a 110 mil massas solares. Já a Scl-MM-dw4 é tão massiva quanto a Scl-MM-dw3, mas tem raio efetivo de 613 anos-luz. Ela fica a 13,37 milhões de anos-luz de nós e a 280 mil anos-luz da NGC 253.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Por fim, ficamos com a Scl-MM-dw5, a maior e mais massiva anã das três UFDs identificadas. Ela fica a 12,7 milhões de anos-luz da Terra, tem raio efetivo de cerca de 1.167 anos-luz e massa que chega a 140 mil massas solares. Essa UFD está a cerca de 313 mil anos-luz da Galáxia do Escultor. A equipe estima que o trio tem luminosidade entre -,75 e -7,24 mag, que as coloca entre as galáxias de brilho mais fraco já identificadas fora do Grupo Local, que é a vizinhança onde a Via Láctea está.

O artigo com os resultados do estudo foi publicado no repositório online arXiv.

Fonte: Phys.org

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.