Esses são os planos da Honda para entrar de vez no mercado espacial

Esses são os planos da Honda para entrar de vez no mercado espacial

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 04 de Outubro de 2021 às 20h20
claudioventrella/Envato

Em setembro, a montadora japonesa Honda anunciou que irá disponibilizar US$ 45 bilhões em pesquisas para o desenvolvimento de novos produtos que possam agregar valor ao portfólio da marca — e foguetes fazem parte deste plano. Agora, a empresa revela que planeja desenvolver e testar um pequeno foguete para levar à órbita um satélite artificial, que deve ser lançado até o fim desta década. Se tudo correr conforme o planejado, esta será a primeira vez em que uma montadora de automóveis constrói um veículo lançador.

A Honda tem experiência com a produção de veículos variados, como carros e aviões, e a ideia é que a produção de um veículo espacial entre para desafiar a empresa em uma área nova e fora de sua expertise. Esse veículo poderá ser reutilizável, pois, após o lançamento, alguns de seus componentes podem voltar para a Terra. Nesse contexto, o pequeno satélite artificial, que já está em desenvolvimento desde 2019, seria uma ferramenta para expandir os sistemas de comunicação e observação da Terra.

Conceito de um foguete desenvolvido pela Honda (Imagem: Reprodução/Honda)

Para isso, a empresa planeja aproveitar as tecnologias e controle e direcionamento que já tem, desenvolvidas durante a criação de tecnologias de direção autônoma. Além disso, a montadora também firmou uma parceria com a agência espacial japonesa JAXA para auxiliar na produção de água e oxigênio, recursos essenciais para as futuras missões tripuladas na Lua. Em paralelo, a empresa planeja ainda desenvolver um robô controlado remotamente, que permitirá a realização de atividades em nosso satélite natural mesmo que as equipes envolvidas para as tarefas estejam na Terra.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Esse robô seria operado através de óculos de realidade virtual e luvas que iriam replicar o movimento das mãos, e a tecnologia para isso também já está em desenvolvimento — no momento, são realizados testes de pequenas ações, como a coleta de moedas e inserção de pequenos itens em latas. Como há atrasos na comunicação entre a Terra e a Lua, os pesquisadores planejam contar com inteligência artificial (IA) para tornar o robô mais versátil.

A IA permitiria prever o comportamento da pessoa controlando o robô, proporcionando maior suavidade nos movimentos. Como o custo de produção de pequenos foguetes teve uma queda significativa, a Honda espera que esses projetos ajudem no crescimento dos negócios — mesmo com a grande competitividade no setor e altos custos envolvidos. “Esperamos entregar valores que estejam à frente do nosso tempo”, disse Keiji Otsu, presidente e diretor representante da unidade de pesquisa na Honda.

Fonte: Asahi, The Mainichi

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.