Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

ESA faz primeira impressão 3D de metal a bordo da ISS

Por| Editado por Luciana Zaramela | 05 de Junho de 2024 às 08h13

Link copiado!

European Space Agency (ESA)
European Space Agency (ESA)

Na última segunda-feira (3), a ESA — Agência Espacial Europeia, originalmente European Space Agency — anunciou a primeira impressão 3D de metal a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS), no módulo Columbus. O sucesso na tarefa representa um passo rumo à impressão de peças completas em um futuro próximo.

Por trás da realização estão a Airbus Defence and Space SAS e o CADMOS User Support Centre. A impressora 3D de metal combinou um laser de alta potência e fio de aço inoxidável.

“Estamos muito felizes por termos realizado a primeira impressão 3D de metal a bordo da ISS – a qualidade é tão boa quanto poderíamos sonhar", diz em comunicado Sébastien Girault, da Airbus.

Continua após a publicidade

O material necessário chegou à ISS em janeiro, e a equipe instalou a carga útil de aproximadamente 180 kg no European Draw Rack Mark II, parte do módulo Columbus da ESA.

Impressora 3D de metal

Conforme diz o comunicado, o design da impressora 3D de metal é baseado em fio de aço inoxidável e a área de impressãoé aquecida pelo laser "cerca de um milhão de vezes mais potente que um laser padrão". À medida que o fio mergulha na poça de fusão, a extremidade do fio derrete para que o metal seja adicionado à impressão.

A equipe da ESA conta que o processo de impressão foi supervisionado inteiramente e que tudo o que a tripulação a bordo precisou fazer foi abrir uma válvula de nitrogênio e ventilação antes do início da impressão.

Mas para que o procedimento seja o mais seguro possível, a impressora funciona dentro de uma caixa totalmente vedada. Como resultado, isso evita que o excesso de calor ou vapores escapem.

Para esse primeiro projeto, a ESA escolheu quatro formas para posterior impressão 3D em escala real.

A ideia é trazer de volta para a Terra, para que assim sejam comparadas com impressões de referência feitas no solo em gravidade normal.

Continua após a publicidade

Próximos passos

A agência já tem em vista os próximos passos desse projeto envolvendo a impressão 3D: duas peças impressas serão analisadas no Centro de Tecnologia e Pesquisa Aeroespacial Europeia (ESTEC), na Holanda.

Nesse caso, o objetivo é compreender se a microgravidade prolongada tem efeito na impressão de materiais metálicos.

Enquanto isso, duas peças devem ir para o Centro Europeu de Astronautas e para a niversidade Técnica da Dinamarca, (DTU).

Continua após a publicidade

Agora que foi um sucesso a primeira impressão 3D de metal a bordo da ISS, "um dos objetivos da ESA para o desenvolvimento futuro é criar uma economia espacial circular e reciclar materiais em órbita para permitir uma melhor utilização dos recursos, como o reaproveitamento de bits de satélites antigos em novas ferramentas ou estruturas", diz a agência europeia.

Fonte: The European Space Agency