Publicidade

Destaque da NASA: Plutão observado pela New Horizons é a foto astronômica do dia

Por| Editado por Patricia Gnipper | 18 de Agosto de 2023 às 15h42

Link copiado!

NASA, Johns Hopkins Univ./APL,Southwest Research Institute
NASA, Johns Hopkins Univ./APL,Southwest Research Institute

Plutão é o astro da foto destacada pela NASA nesta sexta-feira (18). A imagem do planeta anão foi capturada pela sonda New Horizons em 2015, durante aquele que foi seu primeiro voo de reconhecimento por este mundo gelado a bilhões de quilômetros do Sol.

Hoje, a região registrada na imagem é chamada de Lowell Regio como uma homenagem a Percival Lowell. O reconhecimento não foi sem motivo: além de ser o fundador do Observatório Lowell, nos Estados Unidos, Lowell foi o astrônomo amador que liderou pesquisas que levaram à descoberta de Plutão.

Continua após a publicidade

A foto revela um pouco da diversidade geológica em Plutão. Ela mostra parte do polo norte do planeta anão, marcado por grandes cânions — o maior deles, representado por tons de amarelo, mede mais de 70 km de extensão. Em cor esverdeada estão cânions menores, com 10 km de comprimento.

As paredes destas estruturas apresentam desgaste, e parecem ser muito mais antigas que outros sistemas de cânions em Plutão mais definidas. É possível que estas características venham da idade e composição dos cânions polares, que são mais antigos e compostos de material mais fraco.

A missão New Horizons

Lançada em 2006, a sonda New Horizons foi ao espaço com o objetivo de estudar o planeta anão Plutão, suas luas, e objetos do Cinturão de Kuiper. Quando alcançou Plutão, a espaçonave havia viajado mais longe e por mais tempo do que qualquer outra sonda já lançada ao espaço profundo.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

A New Horizons começou a se aproximar de Plutão em janeiro de 2015, mas foi somente em julho daquele ano que ela sobrevoou a superfície do planeta anão. Além de coletar dados sobre ele e sua lua Caronte, a New Horizons observou os satélites naturais Nix, Hydra, Kerberos, e Styx.

Já em 2019, a New Horizons sobrevoou Arrokoth, o objeto mais distante já estudado. Hoje, ela segue no Cinturão de Kuiper e está em bom estado, se afastando da Terra a cada ano. Recentemente, os cientistas da missão decidiram usar a sonda para estudar Urano e Netuno, e convocaram astrônomos amadores a enviar suas contribuições.

Fonte: APOD