Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

COVID-19 | Rússia decide suspender a produção de novos foguetes Soyuz

Por| 13 de Abril de 2020 às 12h54

Link copiado!

Roscosmos
Roscosmos

Para manter seus operários em segurança em meio à pandemia do novo coronavírus, o Centro Espacial Samara decidiu interromper a produção do foguete russo Soyuz-2. É ali que o veículo espacial é desenvolvido, onde já existem 52 foguetes deste tipo construídos, 40 em armazenamento e 12 no aguardo de novas missões.

Esses foguetes são os utilizados pela Rússia para enviar tripulações e cargas à Estação Espacial Internacional (ISS), além de levar satélites do governo à órbita da Terra. Eles também são usados pela europeia Arianespace no lançamento de satélites.

Continua após a publicidade

O Centro Espacial Samara, contudo, continuará a testar os foguetes já construídos, considerando que esses testes são atividades críticas. Continua em andamento, ainda, o desenvolvimento do foguete Soyuz-5, cujo design é inspirado nos Soyuz-2 atuais. O contrato da empresa para este novo foguete dura até o final de 2022.

A empresa estaria considerando restaurar toda a sua força de trabalho depois do dia 20 de abril. Mas, por enquanto, é preciso evitar a propagação da COVID-19 por ali e, por isso, a decisão de interromper os trabalhos temporariamente.

Anualmente, a Rússia constrói entre 15 e 20 foguetes Soyuz, com o lançamento mais recente acontecendo no dia 9 de abril, quando levou os cosmonautas Anatoly Ivanishin e Ivan Vagner ao lado do astronauta norte-americano Chris Cassidy à ISS.

Fonte: SpaceNews