Confirmado! Nave da SpaceX levará astronautas da NASA à ISS no dia 27 de maio

Por Daniele Cavalcante | 17 de Abril de 2020 às 16h57
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

A NASA confirmou a data e o horário do primeiro lançamento tripulado com a nave Crew Dragon, da SpaceX, rumo à Estação Espacial Internacional (ISS). O voo histórico acontecerá no dia 27 de maio às 17h32 (horário de Brasília). Certamente o lançamento será transmitido ao vivo para o mundo todo ver — e o Canaltech acompanhará tudo para trazer a cobertura fresquinha dos acontecimentos.

Falamos "voo histórico" porque este lançamento marcará o fim do contrato dos EUA com a Rússia para fazer o transporte de seus astronautas à estação orbital. Desde 2011, com o fim do programa dos ônibus espaciais, a NASA depende da Roscosmos (com suas naves e foguetes Soyuz) para isso, pagando cerca de US$ 90 milhões por assento em cada voo — sendo que, normalmente, a agência espacial dos EUA envia pelo menos dois de seus astronautas por vez. Já cada lançamento da SpaceX custa cerca de US$ 60 milhões no total, pois a empresa de Elon Musk trabalha com foguetes 80% reutilizáveis. Por isso, o custo tão inferior por lançamento. Inclusive, recentemente a Roscosmos anunciou que seus lançamentos ficarão 30% mais baratos, justamente para tentar concorrer em pé de igualdade com a companhia estadunidense.

Justamente para se independer dos russos de uma vez por todas, a NASA criou o Commercial Crew Program, no qual financiou a SpaceX e a Boeing para o desenvolvimento de naves tripuláveis que possam transportar astronautas norte-americanos à ISS. E a ocasião deste primeiro lançamento com astronautas a bordo da Crew Dragon é tão importante que a NASA criou uma página especial com informações detalhadas sobre a missão, lançando também a hashtag #LaunchAmerica para criar um burburinho nas redes sociais.

O lançamento será feito por um foguete Falcon 9, também da SpaceX, no Complexo de Lançamento 39A, que fica na Flórida. Os astronautas da NASA Robert Behnken e Douglas Hurley viajarão para a ISS, mas o tempo que eles permanecerão por lá não foi revelado. Behnken será o comandante de operações conjuntas da missão, responsável por atividades como encontro, atracação e desencaixe da espaçonave na ISS, enquanto Hurley será o comandante da nave, responsável por atividades relacionadas ao lançamento, pouso e recuperação do veículo reutilizável.

Cerca de 24 horas após o lançamento, a Crew Dragon estará na posição correta para se atracar à estação espacial. A nave foi projetada para fazer isso de forma autônoma, sem que ninguém precise manejar os equipamentos robóticos da ISS para o encaixe — mas os astronautas a bordo da Crew Dragon e da ISS precisarão monitorar todo o processo de aproximação e encaixe para garantir que nenhum imprevisto aconteça nessa estreia.

Behnken e Hurley se tornarão membros da Expedição 63 na ISS e, após a conclusão da missão, a Crew Dragon se desencaixará autonomamente, partindo da estação espacial e trazendo os astronautas de volta à Terra. Embora este seja um voo de teste, marcará o início de uma nova era para a exploração espacial norte-americana — e o mundo todo estará de olho.

Fonte: NASA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.