Cometa Leonard se aproxima da Terra; saiba como observá-lo

Cometa Leonard se aproxima da Terra; saiba como observá-lo

Por Daniele Cavalcante | Editado por Patrícia Gnipper | 03 de Dezembro de 2021 às 13h35
Reprodução/Kid Candy/Pexels

Um cometa está se aproximando da Terra — e pode se tornar visível a olho nu nesta semana. Trata-se do cometa Leonard (ou C/2021 A1 (Leonard)), que aparecerá no céu pouco antes do amanhecer. Será que ele repetirá o espetáculo do cometa C/2020 F3 NEOWISE em meados 2020? Este foi um dos mais incríveis da década, mas certamente não será o único visível a olho nu.

Descoberto em janeiro no Observatório do Monte Lemmon, no Arizona, pelo especialista em pesquisa Greg Leonard, o cometa que leva seu nome está prestes a se tornar visível para os que possuem um bom par de binóculos para astronomia, ou telescópios pequenos. Mas não será muito fácil observá-lo, porque ele nascerá ao leste, parto de onde o Sol surge no horizonte.

Como ver o cometa Leonard

Ainda assim, há alguma chance de vê-lo, pois o cometa aparecerá nos primeiros dias de dezembro por volta das 4h30 (horário de Brasília), em direção ao nordeste.

No final de novembro ele esteve mais acima no horizonte, mas, com 8 de magnitude, não foi muito brilhante para que pudéssemos encontrá-lo a olho nu. Por outro lado, nas madrugadas destes primeiros dias de dezembro, pouco antes do amanhecer, ele terá 6.7 de magnitude — quanto menor o número, mais brilhante o objeto.

Posição do cometa Leonard, Lua e Marte no céu do dia 1 de dezembro, às 5h. Os efeitos de iluminação atmosférica foram removidos para melhor visualização dos objetos (Imagem: Reprodução/stellarium.org)

Nas próximas manhãs, ele fica cada vez mais brilhante, até chegar à 4 de magnitude, algo previsto para o dia 12 de dezembro. Porém, quanto mais brilhante, mais perto do Sol ele estará, o que prejudica sua observação. No dia 12, por exemplo, o Sol se levantará do horizonte antes do cometa, ofuscando o seu brilho.

Mas não desanime, pois o cometa NEOWISE foi visto ao amanhecer, então ainda há alguma esperança de vermos o Leonard — e sermos presenteados com muitas fotos e vídeos obtidos por astrofotógrafos e astrônomos profissionais e amadores.

Para observar o cometa Leonard, não há como errar: no final das madrugadas de dezembro, basta olhar em direção ao nascer do Sol e, então, um pouco mais para a esquerda, rumo ao nordeste. Será uma aparição interessante deste cometa discreto, que leva 35.000 anos para completar uma volta ao redor da nossa estrela.

Fonte: Forbes

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.