Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Catálogo de microrganismos na Terra pode ajudar na busca por vida em exoplanetas

Por| Editado por Patricia Gnipper | 17 de Março de 2022 às 08h40

Link copiado!

ESO
ESO

O primeiro catálogo colorido das possíveis assinaturas de microrganismos na superfície de planetas congelados foi produzido. O trabalho, liderado por Lígia Coelho e colegas de universidades de diferentes países, representa uma base de dados que servirá como referência para a busca por vida em exoplanetas e luas congeladas, através de registros dos seres que vivem nestes ambientes na Terra.

Conforme os telescópios ficam cada vez maiores, os astrônomos conseguem examinar as atmosferas de exoplanetas rochosos com mais detalhes. O ideal seria fazer isso com o apoio de guias coloridos, que serviriam para comparar estes mundos e suas luas com os microrganismos coloridos na Terra, porque seres do tipo podem dominar planetas congelados. Só que, para identificar estes seres em outros planetas, os pesquisadores precisam saber primeiro como eles são na Terra.

Continua após a publicidade

Lígia Coelho, astrobióloga que liderou o estudo, explica que as cores biológicas na Antártida representam assinaturas de vida existentes em nichos pequenos e congelados. “As cores dos organismos podem dominar superfícies inteiras de mundos congelados”, sugere ela. “Os exoplanetas congelados não são causas perdidas: com os telescópios futuros, você pode encontrar as pistas de microrganismos — se souber o que está procurando”, ressalta.

É aí que entra o catálogo criado por ela e seus colegas. Eles coletaram 80 microrganismos no gelo e água em Hudson Bay, no Canadá, com uma grande amplitude de pigmentos. Depois, os microrganismos foram isolados e Coelho os cultivou no clima relativamente ameno no laboratório do professor Stephen Zinder, de microbiologia, em Nova York. A ideia era coletar medidas para descobrir como esses micróbios se pareceriam quando observados por telescópios.

Ela conta que os ambientes congelados na Terra têm grande diversidade de vida, e podem até ter proporcionado as condições ideais para seres vivos surgirem. “O catálogo colorido da vida nas condições subárticas da Terra vai servir como um guia para a busca por vida na superfície de planetas congelados em toda a zona habitável, não somente nas áreas aquecidas”, disse.

Já Lisa Kaltenegger, coautora do estudo e diretora do Carl Sagan Institute, acredita que os microrganismos destes locais oferecem pistas cruciais sobre o que procurar em exoplanetas congelados. “Estamos criando as ferramentas para procurar vida no Universo e, para não perdê-la de vista, levamos em conta toda a biosfera vibrante da Terra — incluindo os lugares frios a ponto de tirar o fôlego em nosso Pálido Ponto Azul”.

O artigo com os resultados do estudo foi publicado na revista Astrobiology.

Fonte: Astrobiology; Via: Sci News, Cornell University