Publicidade

Sucesso! Astronautas seguem à ISS em nave espacial da Boeing

Por| Editado por Luciana Zaramela | 05 de Junho de 2024 às 11h24

Link copiado!

Boeing/NASA/YouTube
Boeing/NASA/YouTube
Tudo sobre Boeing

Finalmente! Nesta quarta (5), a espaçonave Starliner, da Boeing, foi lançada à Estação Espacial Internacional (ISS) na missão Crew Flight Test (CFT) após vários adiamentos. O comandante Butch Wilmore e a piloto Suni Williams devem chegar ao laboratório orbital no início da tarde de quinta (6).

Foi às 11h53no horário de Brasília que o foguete Atlas V, da United Launch Alliance, deixou a plataforma da Estação da Força Espacial em Cabo Canaveral, na Flórida. Wilmore e Williams, ambos astronautas da NASA, são os primeiros a viajar a bordo da cápsula.

Wilmore já serviu como piloto no ônibus espacial Atlantis e foi ao espaço outra vez em 2014, durante as Expedições 41 e 42, acumulando 178 dias no espaço. Já a astronauta Williams serviu nas Expedições 14 e 15 de 2006 e a 2007; ela retornou ao espaço em 2012 nas Expedições 32 e 33 e soma 322 dias no espaço. 

Continua após a publicidade

O esperado é que a Starliner chegue à ISS na quinta (6), às 13h15. Após a acoplagem da espaçonave à Estação, as escotilhas vão ser abertas. A dupla deve ser recebida pelos astronautas no laboratório orbital por volta das 16h55, e vão passar cerca de uma semana por lá. 

Eles vão voltar à Terra a bordo da Starliner no fim da missão. Segundo informações da NASA, a espaçonave deve pousar nos Estados Unidos, desacelerando com a ajuda de paraquedas e airbags. 

Voo espacial tripulado da Boeing

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

A missão CFT é o último teste de voo necessário para que o sistema de transportes composto pela plataforma, foguete, espaçonave e recursos orbitais seja validado para levar e trazer astronautas em suas missões. 

Durante a viagem à ISS, a espaçonave e a tripulação vão executar alguns procedimentos necessários para cumprir os requisitos exigidos para a certificação da cápsula. Entre eles, estão análises da performance dos equipamentos da tripulação, monitoramento da aproximação e acoplagem com a estação, entre outros. 

Tudo correndo bem, a NASA vai finalizar os procedimentos para certificar a Starliner como um sistema operacional pronto para as missões de rotação na Estação Espacial Internacional. Após esta etapa, a Starliner-1, a primeira missão operacional da cápsula, deve ser lançada no ano que vem. 

Abaixo, você confere a reprise do lançamento:

Continua após a publicidade