SKY pode oferecer serviço de IPTV SKY Play para clientes de outras operadoras

SKY pode oferecer serviço de IPTV SKY Play para clientes de outras operadoras

Por Ramon de Souza | 04 de Janeiro de 2021 às 11h02
Reprodução/Ash Edmonds (Unsplash)

Tem vontade de usufruir dos conteúdos da SKY Play — a plataforma de streaming da SKY —, mas não quer contratar o serviço de TV a cabo da operadora? Sem problemas! De acordo com recentes rumores que circulam na web, a companhia pretende oferecer o serviço para outras provedoras de canais fechados de televisão, “licenciando” o aplicativo para que companhias menores possam disponibilizá-lo aos seus clientes.

Atualmente, a SKY possui cerca de 4,61 milhões de assinantes ao redor do Brasil, o que a coloca em segundo lugar no ranking de maiores operadoras de TV paga do país com uma fatia de mercado de 30,7% — ela só perde para a Claro, que conta com um market share de 47,3% (em outubro de 2020). Ainda assim, ao longo do ano passado, a marca perdeu 140 mil assinantes — o setor, em total, registrou uma baixa de 1 milhão de contratos.

Isto posto, tudo indica que a SKY pretende focar seus esforços no setor de IPTV. O serviço SKY Play já conta com 2 milhões de usuários e vem recebendo produções inéditas em seu catálogo. Porém, a utilização da plataforma segue restrita aos assinantes da TV paga da SKY; ao oferecer a plataforma para clientes de outras operadoras, a companhia pode se consagrar como líder dentro desse mercado.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Novo set-top box da SKY mescla antena e IPTV (Imagem: Reprodução/Anatel)

Uma prova cabal dessa suposta estratégia é o fato de que, recentemente, a companhia homologou na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) um novo decodificador com capacidades para receber sinais de televisão via internet. O modelo, batizado de SKR02, é fabricado pela Technicolor e possui duas conexões para antenas, uma porta Ethernet, uma saída HDMI e um slot para cartão de acesso do tipo smart card.

Além de se conectar à internet via cabo, o dispositivo é compatível com redes Wi-Fi 802.11ac. Porém, diferente do set-top box que aparentemente está nos planos da Claro, este aparelho não poderá ser comprado e instalado pelo próprio usuário — documentos oficiais observam que é necessário a presença de um técnico qualificado para a correta configuração do produto.

Fonte: Minha Operadora

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.