Oscar 2022 │ O tapa de Will Smith em Chris Rock foi real? Entenda a confusão

Oscar 2022 │ O tapa de Will Smith em Chris Rock foi real? Entenda a confusão

Por Durval Ramos | Editado por Jones Oliveira | 28 de Março de 2022 às 10h44
Reprodução/ABC

Mais do que os ganhadores de cada categoria da maior premiação do cinema mundial, a cerimônia de entrega do Oscar na noite do último domingo (27) ficou marcada por outra razão: o tapa de Will Smith em Chris Rock. Mas afinal, houve mesmo uma agressão durante ou evento ou tudo não passou de uma encenação entre os atores, apenas uma esquete de humor que não funcionou muito bem?

Tudo acontece quando o comediante Chris Rock subiu ao palco do Teatro Dolby, em Los Angeles, para apresentar o prêmio de Melhor Documentário. Antes de apresentar os indicados, ele decidiu fazer alguns comentários e piadas com a plateia — e escolheu justamente a família Smith como alvo.

E o grande erro foi quando ele voltou sua atenção para Jada Pinkett Smith, esposa de Will, que foi à cerimônia de cabelo raspado. Rock brincou dizendo que esperava que a atriz protagonizasse um novo Até Limite da Honra (G.I. Jane, no original em inglês), filme que em Demi Moore raspa os cabelos ao entrar para a Marinha Americana.

O problema é que Jada não gostou do comentário, já que o seu visual é resultado de uma condição de saúde. A atriz sofre de uma doença autoimune que causa alopecia, ou seja, a queda de cabelo. Tanto que, há não muito tempo, ela foi em suas redes sociais assumir o problema e falar sobre a decisão de adotar o cabelo raspado.

No texto, ela já destacava que esse era um assunto delicado para ela e, durante as piadas de Chris Rock, já fica claro o seu desconforto com a situação.

E é a partir daí que surge a polêmica.

Houve ou não um tapa?

Logo em seguida, Will Smith sobe no palco e vai em direção a Rock, acertando o tão comentado tapa no rosto do comediante — que ainda faz alguns comentários sobre o caso e sobre ter sido acertado pelo astro. Ele ainda volta a dizer que só estava falando de Até o Limite da Honra, ao passo que Will Smith começa a falar alto, como se discutisse.

Durante a piada, Will Smith aparece rindo, enquanto sua esposa está claramente incomodada com os comentários (Imagem: Reprodução/ABC)

E o ponto é que tudo foi tão repentino que muita gente ficou sem entender o que estava acontecendo. Seja para quem acompanhava a transmissão pela TV e internet quanto para quem estava dentro do próprio teatro, ninguém sabia se aquela reação era espontânea ou parte do show. Tanto que a reação dos outros atores também é de surpresa e, em certa medida, desconforto.

É aí que as opiniões se dividiram. Para muita gente, tudo não passou de uma esquete entre os dois atores, até porque Chris Rock vê Will Smith vindo em sua direção e não esboça reação, como se soubesse o que estava por vir. Assim, tanto o tapa quanto a discussão seguinte seriam apenas parte da brincadeira.

Reforça essa teoria o fato de que, segundos antes, o ganhador do Oscar por King Richard: Criando Campeãs estava rindo da piada feita por Rock.

Só que, ao que tudo indica, tudo foi real.

O VAR do tapa

Não demorou muito para que a resposta viesse: o tapa foi legítimo. Além do claro desconforto de Jada Pinkett Smith diante de toda a situação, outros pontos atestam que a porrada foi dada para machucar e não para entreter.

Exemplo disso é que Chris Rock fica claramente desconcertado com a situação e seus comentários após ser esbofeteado não se encaixam com o que a gente esperaria de uma esquete. Ele fala rapidamente sobre a surpresa de ter apanhado e, em seguida, já chama para os indicados da categoria.

A própria reação de Will Smith é algo que não se encaixa no tipo de show que é a cerimônia na entrega do Oscar. Ao voltar para seu lugar, o ator começa a gritar com Rock e a dizer alguns palavrões — o tipo de coisa que não é permitido na TV aberta americana.

E, levando em conta que estamos falando de um artista que sempre prezou pela sua fama de bom moço, não faz sentido ele fazer esse tipo de coisa que vai contra sua própria imagem apenas pela diversão alheia.

Além disso, a internet agiu mais uma vez como polícia forense ao destrinchar a cena do tapa e confirmar que o tapa atingiu o rosto do apresentador. Em câmera lenta, é possível ver o contato da mão com a bochecha, assim como o próprio movimento do comediante após ser esbofeteado. A falta é clara, Arnaldo.

Só que a confirmação definitiva veio na sequência com uma série de situações. Primeiramente, imagens feitas por quem estava no Teatro Dolby durante o intervalo da premiação mostravam Will Smith claramente nervoso com a situação e outros atores tentando acalmá-lo. Em um dos vídeos divulgados, o eterno Um Maluco no Pedaço aparece enxugando lágrimas após uma conversa com Denzel Washington.

Isso fica ainda mais claro quando Smith foi chamado para receber a estatueta de Melhor Ator por seu papel em King Richard. Durante todo o seu discurso, ele aparecia bastante abalado e de olhos marejados não pela emoção de ter sido premiado, mas pelo estresse de toda a situação.

Tanto que a fala de agradecimento do ator é muito nesse sentido, fazendo paralelos com seu personagem no longa e dizendo que, assim como no caso do pai das irmãs Williams, ele também fez loucura para proteger a família e por amor.

Como se não bastasse, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas ainda emitiu uma nota na sequência para dizer que não apoia nenhuma conduta de violência e, mesmo sem citar os nomes de Will Smith e Chris Rock, deixa claro sobre o que está falando.

Will Smith pode perder o Oscar?

Para além da polêmica e da discussão na internet que o episódio gerou, o tapa de Will Smith pode trazer consequências reais para o ator. Ele próprio pediu desculpas durante seu discurso e disse que esperava que a Academia o convidasse para o Oscar do ano que vem. Isso porque ele sabe que há um código de conduta que claramente foi violado — e que, segundo o site NY Post, pode custar sua recém-conquistada estatueta.

Esse código foi criado em 2017 após os escândalos de abuso sexual na indústria e fala claramente sobre sua oposição a qualquer tipo de abuso, assédio ou discriminação e que espera que seus membros se comportem de acordo com os valores defendidos pela entidade.

Assim, algumas fontes ligadas à Academia veem no tapa de Will Smith uma agressão e, portanto, um desrespeito a essas regras. “Foi basicamente um ataque”, diz um desses contatos não identificados pelo NY Post. “Todos ficaram em choque no salão. Foi bastante desconfortável”.

Outra dessas fontes não descarta a possibilidade de o Oscar ter que ser devolvido, embora não acredite que Will Smith esteja disposto a entregá-lo e que, justamente por ser o tipo de episódio inédito na história do evento, ninguém sabe ao certo o que esperar.

Fonte: NY Post, The Academy, Variety, THR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.