Esquadrão Suicida | Foto do Coringa queimado faz campanha sutil pelo Ayer Cut

Por Laísa Trojaike | 25 de Maio de 2020 às 13h08
Warner Bros

Lançado em 2016, Esquadrão Suicida ficou marcado pela presença do Coringa mais rejeitado da história das produções de super-herói. Agora, o diretor David Ayer compartilhou, no seu perfil no Twitter, uma imagem que revive uma das cenas não usadas no corte final do filme e que mostra o personagem com o rosto parcialmente queimado.

A imagem, em preto e branco, mostra Jared Leto no papel de Coringa, com parte do rosto e a orelha esquerda feridos. Na descrição, Ayer comentou apenas “Sonho”. Essas imagens do Coringa também puderam ser vistas no trailer e em uma postagem do diretor no Instagram ano passado, mas acabaram sendo cortadas do filme em sua versão final.

Na antiga postagem do Instagram, Ayer disse que "os filmes são frágeis. Eles são como sonhos, momentos assustadores que fogem da sua visão. Eles têm sua própria lógica e verdade", explicou.

"Se você alterar o destino depois que a viagem estiver concluída, ainda é a mesma jornada? A coluna vertebral do Esquadrão Suicida era a jornada da Arlequina. De muitas maneiras, era o filme dela, ela ter escapado de seu relacionamento com o Coringa foi a principal emoção. Um diretor segura uma bússola invisível nas mãos. Ela orienta cada tomada, cada performance. Essa bússola aponta para o destino. Se o destino muda, a jornada aconteceu?"

A publicação vem no encalço da divulgação do Snyder Cut de Liga da Justiça, que também teve suas novas artes divulgadas em preto e branco. A princípio, haveria pelo menos três horas de gravações do Coringa de Leto que não foram utilizadas no filme e que ajudaram a construir o boato de que existiria um Ayer Cut de Esquadrão Suicida, já que rumores apontaram uma intensa intervenção do estúdio nas decisões criativas do cineasta, forçando um corte final que acabou sendo bastante mal recebido tanto por fãs quanto pela crítica.

Em outras ocasiões, Ayer chegou a comentar que não haveria apenas mais Coringa no seu corte. O cineasta planejava criar um vínculo forte com Liga da Justiça e dar um espaço maior para a Arlequina, que acabou chamando a atenção dos fãs, sobretudo pela atuação de Margot Robbie, e ganhou o Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa.

Parte do elenco de O Esquadrão Suicida durante as filmagens, que já foram concluídas (Imagem: Warner Bros.)

Após a má recepção, a franquia acabou caindo nas mãos de James Gunn (Guardiões da Galáxia) e o produtor Peter Safran já esclareceu que “em primeiro lugar, não chamamos Esquadrão Suicida 2 porque é completamente um reboot, então é O Esquadrão Suicida e eu acho que as pessoas deveriam estar extremamente empolgadas com isso. É tudo o que você esperaria de um roteiro de James Gunn e eu penso que isso diz muito, promete muito e eu sei que vamos entregar muito.”

Com Gunn no comando, O Esquadrão Suicida está em pós-produção e trará um elenco similar ao do primeiro filme, com Margot Robbie, Taika Waititi, Idris Elba, Joel Kinnaman, Pete Davidson, Juan Diego Botto, Nathan Fillion, Viola Davis, Michael Rooker, Jai Courtney, Sean Gunn e a brasileira Alice Braga. A estreia está prevista para acontecer em 5 de agosto de 2021 no Brasil.

Imagem: Warner Bros.

Fonte: CBR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.