Empresa usa satélites para mapear tragédia no Nepal em tempo real

Por Redação | 29.04.2015 às 08:09
photo_camera Reprodução: Rock n' Tech

Buscando ajudar as vítimas do terremoto de magnitude 7,8 que aconteceu no último sábado (25) no Nepal, a empresa de fotografias por satélite Digital Globe está disponibilizando gratuitamente imagens em alta resolução das áreas afetadas. O objetivo é mapear as consequências do fenômeno, ajudando grupos envolvidos nos esforços de recuperação do país. As imagens podem ser acessadas no site da própria Digital Globe utilizando o nome de usuário "nepal" e a senha "forcrisis".

A Digital Globe, que normalmente vende imagens de satélites para governos e empresas privadas, tem um histórico de apoio a causas solidárias, tendo ajudado diretamente na busca pelo avião da Malaysia Airlines que caiu no ano passado e também no mapeamento dos estragos feitos pelo terremoto que atingiu o Haiti, em 2010.

Para o Nepal, a empresa capturou imagens das áreas nos últimos dias com seus satélites Worldview-1, Worldview-3 e GeoEye1 e ativou o FirstLook, serviço que providencia imagens das áreas antes e depois do evento para auxiliar os grupos humanitários a entender o espaço e coordenar as missões terrestres de ajuda.

Digital Globe Nepal

Além disso, a Digital Globe também ativou o serviço Tomnod, plataforma de crowdsourcing que permite que voluntários conectados ao redor do mundo auxiliem as equipes de socorro mapeando diretamente os danos causados pelo terremoto: acessando o Tomnod, os usuários podem marcar pontos danificados como edifícios, estradas e as áreas mais destruídas, assim como pontos de referência para auxiliar a orientação das equipes nas operações terrestres de ajuda.

Até esta terça-feira (28), aproximadamente cinco mil voluntários digitais já mapearam cerca de 14.700 km² e mais de três mil edifícios danificados.

O terremoto que atingiu o Nepal no último sábado também movimentou outras grandes empresas de tecnologia a oferecerem suporte. Google, Facebook e Viber também disponibilizaram serviços para ajudar as vítimas no país.