Better Call Saul | Ator fala sobre despedida de personagem após morte chocante

Better Call Saul | Ator fala sobre despedida de personagem após morte chocante

Por Natalie Rosa | Editado por Jones Oliveira | 29 de Abril de 2022 às 09h30
AMC

Atenção: esta matéria contém spoilers do episódio 3 da sexta temporada de Better Call Saul!

A temporada final de Better Call Saul já está no ar, se consagrando não só como uma ótima prequela de Breaking Bad, mas também por ser uma trama que se sustenta pelas próprias pernas. E um dos personagens que tornam isso possível é Nacho, interpretado pelo canadense Michael Mando.

Em entrevista exclusiva ao Collider, o ator contou como foi se despedir de Nacho após o impactante terceiro episódio da sexta temporada da série. O ator interpretava o tenente do cartel, que não conseguiu sair dessa com vida apesar das expectativas.

Nacho se despede da série no terceiro episódio da temporada (Imagem: Divulgação/AMC)

Despedida

Mando revela que quando soube da morte de seu personagem, sentiu apenas uma "enorme gratidão", dizendo que seu último episódio seria cheio de simbolismos. Um exemplo disso aconteceu quando o ator contou sobre como foi mergulhar no óleo cenográfico, feito de uma substância à base de vegetais.

"Foi simplesmente lindo sair daquilo, do ventre daquela coisa de metal no meio da noite, com um céu cheio de estrelas", disse Michael. "Para o Nacho dizer seu último adeus, ter sua última refeição e aquela cena do julgamento em céu aberto, quase como se estivesse falando com os céus, foi um episódio muito bonito", elogiou o ator.

Simbolismo

Um dos momentos mais marcantes do episódio é quando Nacho faz sua última refeição e está ao lado de Mike, personagem de Jonathan Banks. Para o ator, a cena também foi muito bonita e funcionou como se eles estivessem se cruzando, cada um indo para uma direção diferente.

"Mike está mudando para o lado ruim e Nacho decidiu ir para o lado bom, e este foi o último momento em que puderam realmente olhar para os olhos um do outro e dizer adeus, como se estivessem metafisicamente partindo para lados opostos do espectro", pontua o ator.

A cena final de Nacho em Better Call Saul foi intensa (Imagem: Divulgação/AMC)

Quando Nacho faz a última ligação para o pai, Mando contou que, naquele momento, ele acreditava que estava livre e que poderia ter o pai ao lado. Mas a resposta negativa acaba sendo decisiva para o destino do personagem, que escolheu sacrificar a própria vida para salvar a do homem que lhe deu a vida.

O ator foi questionado sobre o personagem não ter escolhido a ajuda de Mike, explicando que a lealdade de Mike foi jurada a Gus (Giancarlo Esposito) e não a Nacho. Michael Mando também falou que seu personagem é a única pessoa que realmente estava melhorando naquele ponto, mas que estava sozinho.

"A razão na qual ele não aponta a arma para nenhum dos outros homens é porque esses personagens não são reais. Eles são iconografias, e a iconografia de Nacho é de amor verdadeiro, sacrifício e bravura em frente à adversidade. Então é essencial que seu último ato seja de sacrifício e não de ódio ou vingança, mas um ato de transcendência", refletiu.

Por fim, Mando contou que a gravação da cena final precisou ser interrompida devido a uma tempestade de areia e que, no dia seguinte, no retorno, se surpreendeu com o que viu: "Toda a equipe estava usando camisetas do Nacho e eu percebi o tanto que o personagem significava para tantas pessoas, e isso me preencheu com um sentimento enorme de gratidão e responsabilidade".

A sexta temporada de Better Call Saul pode ser assistida na Netflix, com episódios inéditos sendo lançados semanalmente às terças-feiras.

Fonte: Collider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.