Armageddon "previu" missão da NASA para destruir asteroide; entenda

Armageddon "previu" missão da NASA para destruir asteroide; entenda

Por Natalie Rosa | Editado por Jones Oliveira | 01 de Dezembro de 2021 às 19h40
Touchstone Pictures

Na última quarta-feira (24), a NASA lançou a missão DART, enviando uma nave ao espaço com destino a um asteroide para tentar chocar a nave contra ele e, assim, alterar sua órbita. A ideia disso é testar se é possível impedir que um objeto espacial permaneça em uma rota de colisão inevitável com a Terra. O feito chamou atenção dos fãs de cinema por ser um tanto quanto parecido com o filme Armageddon, de Michael Bay, que estreou em 1998.

Bay aproveitou para fazer uma declaração sobre os acontecimentos do filme com o experimento da NASA. "Nosso plano não era tão absurdo assim. Graças a Deus eles estão fazendo algo porque essas coisas [os asteroides] são letais. Eles vêm a 38,6 mil quilômetros por hora e, se eu me lembro corretamente, isso causa uma explosão aérea no solo", disse o diretor.

Bruce Willis e Ben Affleck estão no elenco de Armageddon (Imagem: Divulgação/Touchstone Pictures)

Missão real da NASA x Armageddon

As missões, mesmo com os mesmos objetivos, foram conduzidas de formas diferentes. No filme, a NASA fictícia contrata uma equipe especialista em perfurar poços de petróleo (Bruce Willis e Ben Affleck) para treinar os astronautas a seguir as seguintes etapas: voar para o espaço, pousar em um asteroide em direção à Terra, fazer um buraco fundo e detonar uma bomba nuclear lá dentro.

Já a NASA da vida real enviou uma nave não-tripulada para colidir com um pequeno asteroide batizado de Dimorphos, que orbita outro maior chamado Didymos. O objeto menor está viajando a 24,1 mil km/h e o impacto deve acontecer somente no final de 2022. Esse experimento não irá colocar vidas em risco, ao contrário de Armageddon. Afinal, a missão se trata de um teste para uma possível estratégia de defesa planetária — quando e se for necessária.

É claro que o filme não inspirou a NASA na hora de criar a missão, mas Michael Bay disse estar orgulhoso em ter ajudado a tornar o mundo ciente de que o impacto de asteroides com a Terra é um problema que poderemos viver um dia, e que as autoridades estão se esforçando para evitar.

Fonte: The Wrap

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.