Apple revela quanto paga para artistas; valor é o dobro do pago pelo Spotify

Por Wagner Wakka | 19 de Abril de 2021 às 11h58
apple

A Apple revelou o quanto paga para um artista cada vez que uma pessoa dá play em uma música. De acordo com a companhia, ela paga um centavo de dólar (ou R$ 0,06 em conversão direta) a cada reprodução. O valor pode parecer pouco, mas é o dobro do pago pelo Spotify, conhecido por entregar metade disso (US$ 0,005, ou R$ 0,03).

A informação foi publicada em memorando da própria Apple, que o enviou para artistas e gravadoras que fazem parte do seu catálogo. “Como a discussão sobre royalties de streaming continuam, acreditamos que seja importante compartilhar alguns valores com vocês”, aponta o comunicado.

Um dos pontos importantes levantados pela Apple está na igualdade de pagamento. A empresa é enfática em dizer repetidas vezes que não pretende pagar os músicos e gravadoras de forma desigual. Por exemplo, todos recebem a mesma quantidade por execução, independentemente do artista ou gravadora. “Nós acreditamos no pagamento igualitário para todo criador, que a execução tem um valor e que criadores não devem nunca pagar para ter destaque”, aponta a Apple.

O Spotify tem acordos com gravadoras e músicos para diminuir a parcela de pagamento por execução em troca de destacar a produção na plataforma. A Apple aponta que não tem acordos do tipo.

Além disso, pelo memorando, a Maçã também não diferencia se um selo de gravadora é grande ou pequeno para negociar os pagamentos. “Nós pagamos a mesma parcela para todos os selos. Isso significa que os artistas podem distribuir da forma que quiserem, sabendo que o Apple Music vai pagá-los da mesma forma. Entre como um artista de um selo ou seja independente; nós acreditamos no valor de todas as músicas”, pontua o comunicado.

Assim como acontece com o Spotify, isso não significa que os artistas vão receber estes R$ 0,06 integrais. Geralmente, as empresas negociam com quem tem os direitos das canções, sendo que, depois isso é repassado aos compositores, músicos e gravadoras.

A estimativa é de que os músicos só fiquem com 20% desse total — no caso da Apple, pouco mais de R$ 0,01 por execução.

Dá para pagar as contas? 

Segundo levantamento da Brandchoices, um artista que queira ganhar um salário mínimo no Brasil precisa superar 791 mil execuções no Spotify e 470 mil no Apple Music. Isso ajuda a confirmar a média de dobro de pagamento da plataforma da Maça para seus artistas.

Arte: Wagner Wakka/Canaltech com dados do Spotify

E quantos conseguem isso? Segundo a página de estatísticas do Spotify, apenas 9 mil artistas (mundialmente) tiveram mais de 791 mil execuções em um mês no ano passado. De acordo com o Spotify, 4,6 milhões de artistas tiveram ao menos uma música reproduzida. Ou seja, estamos falando aqui do número total de artistas da plataforma.

Analisando os dados da empresa, 89% não têm receita sequer de US$ 1 mil ao ano.

Fonte: Brandchoices, Spotify, Rolling Stone

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.