"Selfie" tirada na festa do Oscar vale R$ 2,2 bilhões, afirma executivo

Por Redação | 09.04.2014 às 10:08
photo_camera Divulgação

As "selfies", fotos de rosto do usuário tiradas por ele mesmo, estão com tudo. A prática virou febre entre famosos, celebridades e até mesmo políticos, como os presidentes Barack Obama e Dilma Rousseff. E a foto mais conhecida do mundo nessa categoria ganhou uma estimativa de preço que mostra que as selfies definitvamente vieram para ficar.

Estamos falando da foto tirada pelo ator Bradley Cooper durante a festa do Oscar 2014. Além de Cooper, aparecem na imagem a apresentadora Elle DeGeneres e as estrelas Kevin Spacey, Meryl Streep, Angelina Jolie, Brad Pitt, Jennifer Lawrence, Julia Roberts, Lupita Nyong'o e Jared Leto. A fotografia foi tirada usando um celular da Samsung, que desembolsou US$ 20 milhões para que um de seus aparelhos fosse integrado ao Oscar de alguma maneira - no caso, através da selfie.

Agora, de acordo com Maurice Levy, CEO da empresa Publicis, responsável pelo marketing internacional da fabricante sul-coreana, a selfie do Oscar tem valor de mercado aproximado entre US$ 800 milhões (R$ 1,7 bilhão) e US$ 1 bilhão (R$ 2,2 bilhões). O anúncio ocorreu durante uma apresentação no evento de publicidade MipTV, em Cannes, na França. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Levy afirma que o alto valor atribuído à foto se deve ao seu compartilhamento nas redes sociais e inúmeras paródias feitas a partir da foto original. A imagem foi vista por 37 milhões de pessoas no Twitter e se tornou a foto mais retuitada da rede de microblogs, tendo atualmente mais de 3,4 milhões de retuítes e 2 milhões de pessoas que a favoritaram. O executivo ainda disse que foi ideia da Publicis anunciar o smartphone Galaxy Note 3 daquela forma, implantando o dispositivo na maior cerimônia de cinema do mundo.

Logo após o sucesso da selfie, a Samsung revelou que iria doar US$ 3 milhões para instituições de caridade. Na época, o valor era equivalente à marca de três milhões de retuítes da foto, alcançada um dia após a imagem ser publicada no Twitter. Outro US$ 1,5 milhão também foi doado para instituições que defendem os direitos dos animais nos Estados Unidos.

Selfie do Oscar

A apresentadora Ellen DeGeneres fazendo a "selfie" do Oscar. (Foto: Associated Press)

A palavra "selfie" existe desde 2002, quando apareceu pela primeira vez em um fórum online na Austrália, mas só foi adicionada ao dicionário de alguns países em agosto de 2013. No ano passado, a expressão foi eleita a palavra do ano pelo respeitado dicionário Oxford, que conduziu pesquisas de linguagem e analisou 150 milhões de palavras do inglês. Segundo o dicionário, foi constatado o uso frequente da palavra "selfie", que aumentou 17.000% desde 2012. O Oxford definiu o termo como "fotografia que um indivíduo tira dele próprio, geralmente utilizando um smartphone ou webcam, e publica em uma rede social".

Aqui no Brasil, a campeã no quesito selfies é a cidade de Carapicuíba, na região metropolitana do estado de São Paulo. O município tem 33 publicadores de selfie para cada 100 mil habitantes. No ranking global, o município aparece na 85ª posição dos 100 lugares que mais fazem selfies no mundo. Na mesma lista aparece outra cidade brasileira: Vitória, no Espírito Santo, que conta com 30 fotógrafos do tipo para cada 100 mil habitantes (96ª posição no ranking mundial).