E3 2019 | Novo Xbox terá SSD, ray tracing, gráficos 8K a 120 FPS e chega em 2020

Por Wagner Wakka | 09 de Junho de 2019 às 19h11
Divulgação/Microsoft
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

A Microsoft disse que não iria mostrar o seu novo console na E3 deste ano. Apesar disso, revelou algumas das especificações do aparelho até o momento chamado apenas de Project Scarlett.

Em um vídeo com engenheiros de hardware do novo console, a empresa revelou algumas das principais especificações do aparelho. Ele chega com nova GPU toda produzida em parceria com a AMD com a novíssima tecnologia GDDR 6, que permitirá ele ser até quatro vezes mais poderoso que o Xbox One X. Vale lembrar que os aparelhos atuais possuem hardware com GDDR 4.

Outra tecnologia já confirmada no Scarlett é o sistema de ray tracing, lançada pela Nvidia com a linha RTX e que também já vai estar disponível na nova geração do Xbox. O novo console chegará com capacidade de rodar gráficos 8K a 120 FPS.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Scarlett apresentado por Phil Spencer na conferência da E3 (Foto: Divulgação/Microsoft)

Outra novidade é que o dispositivo chegará, assim como o novo PlayStation, com armazenamento em SSD, permitindo um carregamento de informações muito mais veloz. Segundo uma das engenheiras no vídeo de anúncio, será “zero loading”.

Nuvem

A Microsoft também apresentou pela primeira vez o conceito do xCloud, seu serviço de processamento em nuvem. O sistema será utilizado não somente para colaborar com o novo console nos próximos jogos, mas também em jogos para o serviço de streaming da Microsoft.

A empresa conta com o Azure, a sua infraestrutura de serviços em nuvem que fornece processamento para outras companhias. É também ele que alimenta toda rede de inteligência artificial da Cortana, por exemplo.

Sistema foi  projetado em parceria com a AMD (Foto: Divulgação/Microsoft)

A Microsoft conectou todos os desenvolvedores dela ao projeto XCloud há dois meses. A ideia é que eles já estejam preparados para produzir seus games no lançamento da plataforma, ainda a ser anunciado. O serviço será testado pela primeira vez na E3 deste ano.

Xbox One

A empresa também disse que o Xbox One ainda será um console mantido por muito tempo para a próxima geração. O aparelho será o único que vai funcionar como um servidor gratuito e particular de serviços em nuvem. “Se você estiver usando um console com o processamento do nosso data center, em outubro você vai poder ter um sistema híbrido de processamento em nuvem onde você for”, disse Phil Spencer, cabeça da Microsoft. “Você poderá jogar onde quiser, é você quem escolhe”, completou.

O novo console da empresa, ainda chamado apenas de Project Scarlett, chega somente no final de 2020.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.