Publicidade

O que é Kindle?

Por| Editado por Wallace Moté | 02 de Abril de 2024 às 15h09

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Tudo sobre Amazon

Ainda que a leitura seja uma atividade importante, nem sempre é prático (ou mesmo possível) levar livros para todos os lados, enquanto os preços elevados dos livros impressos também têm sido um problema para quem gosta de ler, ou necessita fazer pesquisas com material mais complexo. Uma solução para contornar esses dilemas é a compra de versões digitais, que podem ser baixadas nos celulares, tablets ou outros dispositivos eletrônicos.

Dito isso, é difícil depender da bateria desses aparelhos, especialmente para quem costuma ficar longe de tomadas por muito tempo. É nesta brecha em que entram os e-readers, ou leitores digitais, dispositivos desenvolvidos com foco na leitura de livros digitais — criado pela Amazon, o Kindle é um tipo de e-reader, trazendo formato e recursos pensados para portabilidade e conforto, e a vantagem de estar integrado ao ecossistema da gigante varejista.

O que é Kindle?

Continua após a publicidade

Desenvolvido pela Amazon, o Kindle é um e-reader, otimizado para permitir que você leia livros digitais sem depender da bateria do smartphone, tablet ou outros dispositivos. Seu maior diferencial frente às outras opções de aparelhos está na extensa autonomia de bateria, no corpo bastante compacto e leve, e na tela cuja tecnologia reduz o cansaço nos olhos por não emitir luz.

Ainda que haja uma variedade de modelos de Kindle, todos compartilham de algumas características básicas: os displays usam tecnologia e-ink, refletindo a luz do ambiente para permitir que você enxergue o que está sendo exibido (apesar de ser possível usar LEDs embutidos no painel para ler no escuro) e consumindo energia apenas quando você muda de página. Isso reflete na bateria, que promete autonomia de três a doze semanas dependendo do uso, em vez de apenas algumas horas.

Além disso, os leitores digitais da Amazon permitem a personalização do texto (aumentar fonte, aplicar negrito, grifar setenças, fazer anotações), são embarcados com tela de toque e botões para navegação, contam com função para aplicação de marcador de página e até mesmo podem acessar a internet para fazer pesquisas e traduções sem ser preciso sair do livro que está sendo lido.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Um aspecto interessante do Kindle é que já é possível considerá-lo como uma plataforma — ainda que os diferentes modelos de e-reader sejam o foco, há versões do Kindle para leitura de livros online através de um computador, ou mesmo apps dedicados para smartphones e tablets Android e iOS.

Tanto os dispositivos quantos os apps e serviços são sincronizados, possibilitando que você continue sua leitura no dispositivo Kindle a partir da página em que parou no celular, e vice-versa. Fora isso, não é preciso ter o e-reader para acessar a biblioteca do Kindle, sendo possível comprar e baixar os livros em qualquer aparelho compatível com a plataforma.

Quais são os modelos de Kindle?

Continua após a publicidade

A Amazon possui quatro modelos diferentes de Kindle — o número sobe para sete quando incluimos edições aprimoradas de alguns deles. Cada versão possui características para atender a diferentes públicos. Os tipos estão listados a seguir:

Kindle

Mais simples e acessível dos Kindle, o Amazon Kindle oferece o essencial para a leitura de livros digitais. Construído em plástico, o aparelho pesa apenas 158 gramas e possui tela e-ink de 6 polegadas, com camada antirreflexo, sensibilidade ao toque e quatro LEDs de iluminação para leitura em ambientes escuros.

Continua após a publicidade

Sua bateria pode chegar às seis semanas de uso, e há 16 GB de armazenamento embutido, além de conectividade Wi-Fi para troca de arquivos e uso das funções como tradução e pesquisa de termos.

O Kindle padrão também é oferecido em uma edição Kids, que traz no pacote uma capa de proteção com arte infantil, garantia estendida e um ano de assinatura do Amazon Kids Plus, o serviço que concentra conteúdo seguro para as crianças.

Kindle Paperwhite

Opção mais completa da família, o Amazon Kindle Paperwhite aumenta o tamanho da tela para 6,8 polegadas e eleva a contagem de LEDs embutidos para 17. Com isso, há diversos níveis de brilho e a possibilidade de utilizar tons de luz mais quente, para dar conforto visual durante a noite e evitar a perda de sono.

Continua após a publicidade

O armazenamento de 16 GB, o Wi-Fi e a construção em plástico são mantidos, mas o peso sobe para 205 gramas, assim como a autonomia de bateria, que pode chegar a 10 semanas.

Outra adição bem-vinda é a certificação IPX8 de resistência à água, que permite mergulhos em água doce em até dois metros de profundidade por até 60 minutos, abrindo margem para uso à beira do piscina ou na praia.

Junto da versão padrão, a Amazon oferece mais duas variantes do Paperwhite: o Paperwhite Signature Edition, que adiciona carregamento sem fio, sensores de luminosidade para ajuste automático do brilho e dobra o armazenamento para 32 GB; e o Paperwhite Kids, cujo pacote traz capa de proteção com arte infantil, garantia estendida e ausência de propagandas.

Continua após a publicidade

Kindle Oasis

Entre os formatos tradicionais de e-reader, o Kindle Oasis é o modelo mais completo da Amazon. A tela cresce novamente para chegar às 7 polegadas, e é acompanhada pelo número de LEDs, que sobe para 25. De modo similar ao Paperwhite, é possível ajustar a temperatura de cor para maior conforto visual, e há Wi-Fi e certificação IPX8 de resistência à água.

Os diferenciais do Oasis estão na construção mais premium em alumínio, nas opções de armazenamento entre 8 GB e 32 GB, no formato mais ergonômico para uso com uma mão e na presença de botões dedicados para passar as páginas.

Continua após a publicidade

Curiosamente, não há carregamento sem fio — o corpo em metal impediria que o carregador fizesse contato com os componentes internos de recarga. Também não há versões especiais ou focadas no público infantil.

Kindle Scrible

Modelo mais extremo que lembra um grande tablet, o Kindle Scrible foi lançado para oferecer especificações ainda mais avançadas e expandir as possibilidades de uso, ao mesmo tempo em que visa combater opções concorentes como o reMarkable.

Continua após a publicidade

Sua tela é a maior de todas, com 10,2 polegadas, embarcando um total de 35 LEDs de iluminação para turbinar o brilho, sem abandonar a possibilidade de modificar a temperatura da luz para garantir mais conforto visual. O armazenamento também tem bons upgrades, partindo de 16 GB e chegando aos 64 GB, enquanto a bateria pode chegar a 12 semanas, a depender do uso.

A grande novidade do Scrible é o suporte a canetas stylus, para permitir anotações e interações mais complexas com os livros e documentos, praticamente o transformando em um e-reader com dupla função, assumindo o papel de um bloca de notas. Quase todos os recursos dos outros modelos estão presentes, incluindo Wi-Fi e certificação IPX8.

Mesmo com o posicionamento avançado, há alguns pontos que requerem atenção: o Kindle Scrible não possui carregamento sem fio, não reconhece diferentes níveis de pressão das canetas stylus e é bem pesado, chegando aos 433 gramas.

Quais formatos são aceitos no Kindle?

Continua após a publicidade

Além de ler os livros digitais disponibilizados pela loja da Amazon, os usuários do Kindle também podem enviar documentos e até livros externos para o aparelho, para fazer leituras e anotações.

A linha possui suporte a arquivos nos formatos TXT, PDF, MOBI sem proteção e PRC de forma nativa, e é possível converter documentos nos formatos HTML DOC, DOCX, JPEG, GIF, PNG, PMP, EPUB e RTF para os formatos Kindle para abri-los no dispositivo.