Os melhores cursos grátis para quem quer começar — ou já começou — na área de TI

Os melhores cursos grátis para quem quer começar — ou já começou — na área de TI

Por Rui Maciel | 23 de Setembro de 2021 às 08h45
Envato / DragonImages

Começar a carreira no mundo da tecnologia exige investimentos que muitas pessoas, infelizmente, não têm condições de fazer, seja no ensino superior ou em instituições especializadas. Para tentar resolver uma parte do problema, escolas e empresas vêm oferecendo cursos gratuitos tanto em TI, quanto em áreas relacionadas, como o Marketing Digital.

Ainda que eles sejam mais básicos que as versões pagas, esses cursos são uma introdução para quem quer explorar o universo da Tecnologia. Logo, confira abaixo alguns deles, voltados tanto para iniciantes, quanto para quem já possui algum tipo de experiência na área. E, como bônus, programas de bolsas de estudo e hackathons voltados aos profissionais de TI.

Agora é mãos à obra!

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Para iniciantes

Trybe

Escola especializada na formação de profissionais em programação, a Trybe anuncia a sexta edição do curso "Primeiros Passos na Programação". Os encontros são gratuitos e ministrados por pessoas instrutoras e especialistas da instituição.

A edtech tem como objetivo nos quatro dias de encontro, ensinar os conceitos fundamentais a pessoas interessadas. Não é necessário conhecimento prévio em programação. Os conteúdos das aulas serão de introdução e lógica de programação, além de teorias sobre JavaScript: inclusão de operadores e estruturas condicionais, além de arrays, strings, estruturas de repetição e funções. No último dia do curso, há um desafio prático da Trybe em Javascript.

As pessoas que se inscreverem no PPP passarão a fazer parte de uma comunidade exclusiva da Trybe para interação e resolução de dúvidas durante a aula. Os participantes que concluírem as oito horas de curso receberão o certificado de conclusão.

O evento oferece 15 mil vagas e as inscrições podem ser realizadas até o dia 23 de setembro na página do curso. Após garantir a participação, o estudante receberá todas as orientações por e-mail, para o melhor aproveitamento das aulas, que estarão disponíveis ao vivo pelo canal da escola no YouTube, entre os dias 20 e 23 de setembro.


Itaú Unibanco /Let´s Code

Uma parceria entre Itaú Unibanco e a Let´s Code, escola que forma desenvolvedores para o mercado, resultou na criação de um programa gratuito e online para a formação e capacitação de profissionais na área de tecnologia. As aulas terão conteúdos de lógica de programação em Python, banco de dados, decision science e data science, entre outros temas.

O programa tem como proposta atrair profissionais de diferentes perfis e regiões do país, sem exigência de formação específica. Os candidatos aprovados no processo serão contratados como colaboradores do Itaú, e farão uma imersão durante 12 semanas em tempo integral com dedicação de 8 horas por dia, com os especialistas da Let's Code, para depois serem integrados à equipe de tecnologia do banco.

Ver esta publicación en Instagram

Una publicación compartida de Let's Code (@letscodebr)

Para participar é necessário ter mais de 18 anos e possuir conhecimento em lógica de programação. As inscrições vão até o dia 24 de setembro e podem ser feitas na página especial do programa.


Revelo / Ironhack

Startup da área de Recursos Humanos, a Revelo juntou-se à escola de programação Ironhack para oferecer até R$ 9 mil de desconto em bolsas de estudos nos cursos de Tecnologia da instituição. Essa é a 2ª edição de uma ação, cujo objetivo é ajudar mulheres a entrar no mercado de tecnologia.

Serão oferecidas formações em Desenvolvimento Web, UX/UI, Data Analytics e Cybersecurity em regime integral e parcial. O valor restante dos cursos poderá ser parcelado em até 24x sem juros pela Revelo Up, plataforma de aceleração da startup que oferece financiamento estudantil para que os cursos sejam pagos após a formação dos candidatos.

Para participar não é necessário que as candidatas tenham conhecimento prévio. As inscritas receberão materiais de estudo para realizar um teste técnico online e as aprovadas farão uma entrevista virtual com o time da Ironhack. O resultado das bolsas será anunciado em até duas semanas antes do início das aulas, programadas para o mês de outubro. Por serem aulas remotas, mulheres de qualquer lugar podem participar.


As inscrições vão até o dia 30 de setembro e devem ser feitas na landing page do programa clicando aqui.

 
WIZ / IGTI

Gestora de canais de distribuição de seguros e produtos financeiros, a Wiz Soluções, em parceria com o Instituto de Gestão em Tecnologia da Informação (IGTI) passam a oferecer capacitação profissional gratuita na área de TI. Ao todo, são 100 bolsas de estudo para o curso online de desenvolvedor de software, que terá duração de 10 semanas e mais de 148 horas de aulas.

Com o nome de Speed Wiz Dev, o programa é destinado às pessoas que têm interesse em aprender desde o básico até a prática avançada em desenvolvimento front-end e back-end, além das linguagens mais usadas no setor atualmente, como Angular; .NET; C#; Entity, Dapper; SQL, entre outras. Segundo seus idealizadores, trata-se de um curso imersivo e hands-on, focado em habilidades técnicas, para que os alunos estejam aptos a atuar imediatamente no mercado de trabalho.

O bootcamp apresenta um modelo que permite uma aprendizagem muito mais rápida do que o ensino tradicional. O estudante é protagonista da sua própria jornada educativa e aprende de forma interativa em aulas ao vivo e gravadas com profissionais renomados do setor. Podem participar do processo seletivo pessoas acima de 18 anos, com ensino médio completo.

As inscrições vão até 17 de setembro e podem ser feitas na página especial do programa clicando aqui. Podem participar do processo seletivo pessoas acima de 18 anos, com ensino médio completo.


Santander

Fruto de uma iniciativa entre o Santander Universidades e a Tera – startup de educação para economia digital – o programa Santander Digital vai acelerar o desenvolvimento de habilidades voltadas para as áreas de Marketing Digital e User Experience.

Em um pocket bootcamp de quatro dias e 8h de duração, profissionais do Santander e da Tera promoverão mentorias e palestras para todos os inscritos, que ainda receberão certificado ao final do programa, caso concluam as etapas conforme o Edital. Aqueles que tiverem performance suficiente poderão participar da seleção de bolsas, que financiará, respectivamente, 50 e 100 alunos para os programas de UX Design e Marketing Digital oferecidos pela Tera. Os cursos têm duração de três e cinco meses e oferecem para os estudantes a oportunidade de interagir em projetos reais de empresas parceiras.

Nas aulas de UX, os alunos terão a oportunidade de mergulhar no universo de design, criando habilidades para entender melhor os padrões de usabilidade, arquitetura de informação e relação usuário-produto. O ciclo de vida de produtos, jornada do cliente e tecnologias para marketing serão os temais centrais do curso de Marketing Digital, que também vai incentivar a visão estratégica, alinhando todo o conhecimento obtido.

Os cursos são voltados para jovens com interesse no mundo digital e que querem desenvolver habilidades que serão ainda mais valorizadas no futuro. Todo o curso será acompanhado de perto pelo Santander, que espera extrair talentos do programa.


As inscrições vão até o dia 26 de setembro e podem ser feitas na página especial do programa.

Para iniciados

Banco PAN

Estão abertas as inscrições para o projeto PAN Academy, promovido pelo Banco PAN, em parceria com a Gama Academy, escola que forma profissionais para o mercado digital. O programa vai selecionar 100 pessoas para treinamento em programação back-end, com foco em Java e Cloud.

Ao final do curso, que terá 10 semanas de duração, os candidatos que melhor performarem poderão ser contratados para atuar no setor de tecnologia do PAN. Além disso, ainda serão distribuídas 5 mil bolsas para um pré-treinamento em introdução a programação, disponibilizado no aplicativo da própria Gama.

Interessados de todo Brasil podem se candidatar, já que o curso será online. Porém, os candidatos devem ter noções de Lógica da Programação, conhecimento em Java, Git, AWS e familiaridade com Scrum. Além das Hard Skills, com conteúdos práticos e teóricos, os alunos também terão capacitação técnica e comportamental, conhecidas como Soft Skills, habilidades comportamentais essenciais para qualquer profissional.

O curso acontece entre os dias 04/10 e 14/12, com aulas ao vivo e gravadas. Ao total serão 10 semanas de treinamento, com cerca de 390 horas de formação. As inscrições podem ser realizadas até o dia 28 de setembro na página especial do programa.


LAIOB

O Latin America Institute of Business (LAIOB) acaba de abrir as inscrições do processo seletivo para bolsas de estudo de até 100%, em cursos de curta duração, na The University of Akron, em Ohio, nos Estados Unidos. Os estudantes selecionados garantem acesso a 12 dias de programa e 64 horas de aulas para o curso escolhido e Business English, que complementa o programa executivo.

Os participantes do processo seletivo poderão escolher um entre quatro programas exclusivos: Marketing Strategies & Innovation, Management, Innovative Project Management e Sales Management & Negotiation.

Em Management os estudantes terão acesso a conteúdos que incrementam a liderança, metodologias de organização, tomada de decisão e gestão multicultural. Os métodos SCRUM e Agile, Design Thinking e gestão inovadora fazem parte da metodologia das aulas de Innovative Project Management. Em Sales Management & Negotiation, os bolsistas incrementam a liderança na área comercial, a performance em negociação e a psicologia de vendas. E no curso Marketing Strategies & Innovation onde, os participantes desenvolvem habilidades voltadas para inovação, mídias sociais, marcas, neuromarketing e estratégias de comunicação, entre outros temas atuais e de relevância.


As inscrições vão até o dia 17 de outubro e podem ser feitas na página especial do programa. O resultado final do processo será divulgado no dia 08 de novembro.


Enext

Empresa focada em soluções para negócios digitais, a Enext anuncia o lançamento do "Programa de Capacitação em VTEX 2021". O projeto tem como objetivo identificar e desenvolver talentos engajados para trabalhar em uma das melhores plataformas de e-commerce do mercado. Os selecionados terão uma bolsa-auxílio de R$ 250 e vale-refeição no valor R$ 21,78 por dia (com a opção de ser convertido em Vale Alimentação)

Com duração de 60 dias e possibilidade de contratação ao final, o programa é destinado para jovens que estão realizando ensino superior ou tecnológico em cursos relacionados à área de marketing, engenharia e tecnologia. Além disso, a meta é atingir ao menos 50% das vagas destinadas para mulheres e negros. O processo seletivo para o programa será por meio de uma dinâmica e serão selecionados entre 10 e 15 participantes no total.

Ver esta publicación en Instagram

Una publicación compartida de Enext (@enext_)

Aos aprovados, serão oferecidos treinamentos, palestras e atividades que serão executadas de forma remota, por meio de plataformas de vídeo. O programa será 100% digital, o que facilita atender interessados de qualquer lugar do País. Essa é a forma de possibilitar ainda mais a formação de profissionais qualificados, além de modificar a gestão de RH que tem cada vez mais transformado os processos com novas tecnologias, com um papel mais estratégico em ambientes ágeis.

Para se candidatar, acesse a página especial do programa.

Hackathons

Hacking.Rio

Entre os dias 26 e 28 de novembro acontecerá a 4ª edição do Hacking.Rio, maratona de programação que será realizada de forma online. A competição, de 42 horas, entre os “hackers do bem” reunirá as melhores equipes, mentores especialistas e instituições de ensino de todo o Brasil e países de língua portuguesa, que disputarão a premiação de até R$ 150 mil.

Os participantes terão de solucionar desafios relacionados aos 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU, e um Desafio da NASA relacionado a crimes cibernéticos. A competição será dividida em 18 clusters temáticos no total. Podem ter transversais de games, IoT, IA, Blockchain, Data, Cybers, etc.

As equipes de três a cinco pessoas, que já tenham experiência em outros hackathons e desafios techs também podem se inscrever diretamente para a final do Hacking.Rio 2021. Vão existir duas categorias: juniors e masters. Os masters passam por uma seleção dos 50 melhores hackers para a disputa de maior prêmio e terão uma visibilidade maior durante a maratona.

Quem ainda não formou um time (neste ano as competições serão apenas por equipes), foi criado um grupo chamado “It’s a Match” , onde os candidatos e candidatas podem se conhecer melhor. Além disso, para reforçar o conhecimento de todos os participantes da olimpíada, foi criado o Teachers Hack House, com vídeos elaborados pelo PhD. Prof. Vilson Martins Filho e baseados na matriz de competências, que facilitem aos professores a como aplicar essa ferramenta na prática, em suas atividades complementares e disciplinas, mesmo que não sejam da área de tecnologia. Também no HR Academy estão disponibilizados a todos os inscritos cursos gratuitos de programação com parceiros como Le Wagon, Gama Academy, Resilia e Vainaweb.

As inscrições para mentores vão até o dia 30 setembro. Já os hackathoners devem se inscrever até o dia 19 de outubro. Elas devem ser feitas na página especial do evento.


Ambev Tech

Estão abertas as inscrições para o ABI Academy Hack, Hackathon de inovação aberta idealizado por Anheuser-Busch InBev (ABI) e Ambev Tech para universitários de todo o Brasil. Os principais objetivos são estreitar o contato com os alunos e universidades, fomentar o ecossistema acadêmico e atrair talentos da área de tecnologia, promovendo um ambiente de colaboração para solucionar, com inovação, desafios reais da Ambev. Ao todo, serão R$16 mil em prêmios.

O Hackathon terá seis desafios divididos em duas trilhas — Ciência de Dados e Inteligência Artificial. Os participantes terão até 1º de outubro para criarem e submeterem seus projetos na fase de inscrição. Depois, serão selecionadas 30 equipes para as fases de Ideação e Prototipação. Em todas elas, os times terão apoio de mentores especialistas da ABI e da Ambev. Para a fase final serão selecionadas 12 equipes, que participarão de um Demo Day ao vivo (5/11). De lá, sairão seis times vencedores – três de cada trilha.

Estão aptos a participar do programa estudantes acima de 18 anos, de cursos de graduação, pós-graduação, mestrado ou doutorado, na área de exatas, como computação, programação e correlatas, que sejam capazes de resolver problemas de uso de dados e algoritmos.

Para se inscrever, conferir as regras de participação e critérios de avaliação e entregas, acesse a página especial do programa.


Labenu

EdTech que oferece cursos voltados para a inclusão de pessoas no mercado de tecnologia, a Labenu realiza o seu primeiro hackathon, o "Tech Start Labenu", em parceria com as empresas Accenture e ServiceNow. O evento busca ser mais uma ferramenta de inclusão de pessoas no mercado de tecnologia, trazendo os mais diversos perfis de profissionais para participar da competição.

A iniciativa, 100% gratuita, acontecerá de forma online no formato de uma maratona de desenvolvimento e conhecimento, tendo como objetivo ensinar ServiceNow para quem participar e ainda possibilitar a contratação de até 50 pessoas pela Accenture ao final do evento, para trabalhar com a ferramenta. Além disso, quem for contratado participará de uma outra qualificação interna da ServiceNow, o NextGen, um programa voltado para dar uma oportunidade para pessoas que desejam entrar no mercado de TI, dando especial atenção para os grupos de baixa representatividade (mulheres, afrodescendentes, LGBTQIA+, etc) a entrarem no mundo de tecnologia com este serviço.

Mesmo sem experiência prévia com a ferramenta, os participantes receberão treinamento e terão acompanhamento para que possam entregar um bom resultado ao final dos nove dias de evento. Além disso, eles também vão concorrer a prêmios de diferentes valores (até o máximo de US$ 3 mil ou R$ 15,8 mil na cotação de hoje), entregues aos três primeiros colocados do Hackathon.

As inscrições podem ser feitas até 23 de setembro, de forma gratuita, no site especial do programa.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.