Quarentena do coronavírus deixa São Paulo quase deserta [fotos]

Por Diego Sousa | 25 de Março de 2020 às 15h00
Guilherme Gandolfi/Fotos Públicas

São Paulo já estava adotando algumas medidas preventivas para conter a disseminação do novo coronavírus (SARS-CoV-2), mas agora é oficial: nesta terça-feira (24), todos os 645 municípios do estado de São Paulo entraram em quarentena. Isso significa o fechamento de todos os serviços considerados não essenciais, como shopping centers, comércio e restaurantes.

A medida visa evitar a circulação e a aglomeração do maior número de pessoas possível, mas ainda há quem não tem a opção de ficar em casa. Essas pessoas já conseguem sentir na pele o impacto das mudanças de hábitos obrigatórias, como ruas extremamente desertas e sem trânsito.

O Canaltech decidiu selecionar alguns relatos visuais incomuns da população sobre a cidade em meio a pandemia. Confira:

Avenida Paulista em uma sexta à tarde (Foto: Roberto Parizotti/Fotos Públicas)
Centro de São Paulo durante o último final de semana (Foto: Guilherme Gandolfi/Fotos Públicas)
Shopping Cidade São Paulo durante o final de semana (Foto: Roberto Parizotti/Fotos Públicas)
Tarde desta terça-feira de isolamento social (Foto: Fidel Florato)
Centro de São Paulo extremamente deserto nesta terça-feira (Foto: Fidel Florato)
Fim de tarde na Avenida Paulista ainda sem grandes movimentações (Foto: Fidel Florato)

Nas redes sociais

Muita gente recorreu às redes sociais para destacar o "deserto" paulistano. Aqui estão algumas das imagens a respeito disso que encontramos no Twitter:

Acompanhe ao vivo

A prefeitura de São Paulo disponibiliza online uma ferramenta chamada City Cameras. Com ela, você pode acompanhar ao vivo algumas ruas e bairros da região central da cidade, mas vale lembrar que algumas câmeras saem do ar com frequência. De qualquer modo, é um jeito curioso de acompanhar a mudança de ritmo da cidade.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.