Primeiro vídeo do YouTube foi publicado há exatamente 13 anos

Por Ramon de Souza | 23 de Abril de 2018 às 09h49
YouTube
Tudo sobre

YouTube

Às vezes nos acostumamos tão rápido com certas inovações tecnológicas que até nos esquecemos o quão “jovens” elas são. O YouTube, por exemplo, possui só 13 aninhos — ou seja, se ele fosse um ser humano, ainda seria menor de idade. E, no dia 23 de abril de 2005, por volta das 20h, o primeiro vídeo do serviço era publicado pelo seu próprio cofundador, o empreendedor Jawed Karim.

O clipe, intitulado “Me at the zoo”, possuía apenas 19 segundos e estrelava o próprio Jawed no Zoológico de San Diego, cidade que até hoje abriga o quartel-general da plataforma. “Certo, então, eu estou aqui na frente dos elefantes”, dizia o executivo. “O mais legal nesses caras é que eles têm umas trombas muito, muito, muito grandes, e isso é legal. E, bom, isso é tudo o que eu tenho para falar”, afirmava antes de desligar a câmera.

Obviamente, Jawed não tinha ideia de que, ao publicar tal gravação informal e de baixíssima qualidade, ele estaria revolucionando o mercado de entretenimento digital. Até o nascimento do YouTube, não havia nenhuma plataforma semelhante na web e era extremamente difícil compartilhar vídeos online — e, embora tenha ganhado alguns concorrentes nos últimos anos, o site continua sendo referência para esse tipo de conteúdo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Como tudo começou

Há controvérsias a respeito dos motivos que inspiraram a criação do YouTube. Sabemos que a ideia partiu de três mentes que, até então, eram funcionários do PayPal: Jawed Karim, Steve Chen e Chad Hurley. Algumas teorias afirmam que o projeto surgiu depois que Chen e Hurley se sentiram na necessidade de compartilhar uns vídeos engraçados que eles haviam gravado em uma festa dentro de um apartamento; porém, Karim refuta tal versão.

De acordo com o “youtuber original”, o que aconteceu foi que, em 2004, o grupo se sentiu frustrado com a dificuldade de encontrar vídeos de alguns eventos polêmicos — incluindo o famoso escândalo do Super Bowl XXXVIII, no qual, durante um show, o cantor Justin Timberlake acabou despindo sem querer o seio direito da cantora Janet Jackson. Surgia a necessidade de criar um espaço onde qualquer um poderia postar gravações.

Para trabalhar na ideia, o trio conseguiu um investimento de US$ 11,5 milhões da Sequoia Capital e alugou um escritório acima de uma pizzaria e um restaurante japonês em San Mateo. Embora o primeiro vídeo da plataforma tenha sido publicado em abril de 2005, o YouTube só foi disponibilizado em beta aberto no mês posterior (maio) e só foi efetivamente lançado com uma versão estável no dia 15 de novembro daquele ano.

Primeira interface do YouTube (Imagem: Wikimedia)

Em julho de 2006, o YouTube já ostentava números impressionantes: eram 65 mil novos vídeos e 100 milhões de visualizações por dia. Esse sucesso absurdo chamou atenção da Google, que, em outubro de 2006, anunciou a compra do YouTube por US$ 1,65 bilhão no formato de ações. Em 2007, Hurley, que até então era o CEO da companhia, anunciou sua saída, preferindo manter-se apenas como conselheiro eventual.

À essa altura, Chen também já havia renunciado seu cargo de CTO. Curiosamente, Karim jamais foi um funcionário do YouTube — desde o começo do projeto, ele tinha concordado em atuar apenas como conselheiro, visto que seus estudos universitários lhe interessavam mais do que o projeto.

Fatos e números

“Me at the zoo” está disponível no YouTube até hoje, ostentando 48 bilhões de visualizações e 461 mil comentários. Trata-se do único clipe publicado por Karim na plataforma. Aliás, embora a gravação tenha sido a primeira do serviço, ela não foi a única a aparecer online no dia 23 de abril de 2005. Algum usuário identificado simplesmente como “mw” postou, poucas horas depois, o vídeo “My Snowboarding Skillz”, retratando sua falta de habilidade no esporte em questão.

Acredite ou não, mas o primeiro vídeo a atingir a marca de um milhão de visualizações foi um comercial da Nike estrelando o jogador Ronaldinho, publicado na plataforma em novembro de 2005. O clipe original, infelizmente, não está mais no ar; porém, a marca em questão resolveu publicar uma edição remasterizada em seu novo canal em 2015, comemorando dez anos da data histórica. Confira:

Outra curiosidade histórica que vale a pena ser citada é o fato de que, em 2006, a empresa Universal Tube & Rollform Equipment, que na época era dona do domínio www.utube.com, chegou a entrar com um processo alegando que o endereço www.youtube.com era perigosamente parecido com o seu, o que estaria lhe causando situações inconvenientes. Obviamente, a disputa judicial nunca levou a fabricante a lugar algum.

Fonte: Business Insider, Tubular Insights, Wayback Machine, CNET

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.