São Salvador anuncia quantos Bitcoins minerou com energia gerada por vulcão

São Salvador anuncia quantos Bitcoins minerou com energia gerada por vulcão

Por Dácio Castelo Branco | Editado por Claudio Yuge | 04 de Outubro de 2021 às 14h30
Captura de tela

Os primeiros testes de mineração de criptomoedas usando a energia gerada pelo vulcão de El Salvador já estão sendo realizados. Segundo o presidente do país, Nayib Bukele, foram minerados 1 milhão de satoshis de Bitcoin nessa fase inicial.

O satoshi (nomeado em homenagem ao pseudônimo do criador da criptomoeda, Satoshi Nakamoto) é a menor medida possível de Bitcoin, onde 100 milhões de satoshis equivalem a uma unidade de bitcoin. Pense em centavos para real, em que 100 centavos equivalem a R$ 1. O presidente Nayib Bukele afirmou que esses primeiros resultados de mineração ainda são frutos somente de testes, que ainda estão sendo realizados para o governo ter completa noção da forma ideal e mais lucrativa da atividade ocorrer.

A mineração em El Salvador usando energia gerada pelo vulcão foi iniciada no dia 29 de setembro, quando os equipamentos necessários para a tarefa foram instalados na rede elétrica que o vulcão gera energia, a partir de processo geotermal, onde o calor do centro da terra é usado para girar as turbinas do equipamento e de usinas, podendo assim gerar energia.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Graças ao processo geotermal, a geração de energia a partir do vulcão é limpa, o que acaba por reduzir um dos principais problemas de mineração de criptomoeda, onde energia gerada por combustíveis fósseis são usadas, poluindo o meio-ambiente. No total, foram minerados cerca de um milhão de satoshi, o equivalente a US$ 285 (aproximadamente R$ 1.551 na cotação atual), segundo os dados divulgados pelo presidente.

O governo de El Salvador também divulgou que 2,7 milhões de habitantes do país já estão usando a carteira digital Chivo, necessária para as transações legalizadas de Bitcoin, com média de 180 novos usuários a cada minuto, mostrando que a população também está adotando a nova moeda oficial.

A dificuldade do primeiro milhão

O CEO da MicroStrategy, Michael Saylor, respondeu o tweet do presidente de El Salvador o parabenizando pelo primeiro milhão de satoshis, afirmando que essa barreira é sempre a mais díficil de ser quebrada por novos mineradores.

Michael Saylor tem mais de 100 mil Bitcoins em nome de sua empresa MicroStrategy, e é considerado um dos principais entusiastas da criptomoeda no mundo. Seu comentário em resposta ao presidente de El Salvador pode ser interpretado como um indicativo do interesse de grandes empresários na iniciativa do país da América Central.

Fonte: LiveCoins, bit2me, Gadgets360

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.