Amazon vai aceitar Bitcoin? Rumor turbina nova disparada da criptomoeda

Amazon vai aceitar Bitcoin? Rumor turbina nova disparada da criptomoeda

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 26 de Julho de 2021 às 18h20
Divulgação/Mohamed Hassan/Pixabay

Após Elon Musk, fundador da Tesla e entusiasta das criptomoedas, comentar que a montadora deve passar a aceitar novamente pagamentos em Bitcoin em um futuro próximo, outra notícia semelhante agitou o mercado financeiro neste início de semana. No domingo (25), o jornal City AM de Londres noticiou que a Amazon estaria trabalhando para começar a aceitar pagamentos com a moeda até o final de 2021.

A publicação não citou qual é sua fonte, tampouco como os pagamentos funcionariam, mas garantiu que as informações partem de alguém que tem conhecimento interno da companhia. Os rumores foram o suficiente para que o Bitcoin deixasse o período de baixa que se encontrava desde maio deste ano, chegando a ser negociado a US$ 39 mil (R$ 201) nesta segunda-feira (26).

Segundo dados da Coindesk, a valorização da criptomoeda começou a ganhar fôlego ainda na noite de domingo e segue forte. Nas últimas 24 horas, o Bitcoin disparou 14,82%, chegando a um valor de mercado total que ultrapassa os US$ 742 bilhões (R$ 3,842 trilhões). O Ethereum também se beneficiou com as notícias, chegando a US$ 2,363 (R$ 12,24) com uma valorização que supera os 9%.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Captura de Tela/Felipe Gugelmin/Canaltech

Além dos rumores da Amazon e das falas de Tesla, o apoio de Jack Dorsey, fundador do Twitter, também ajudou na valorização das criptomoedas. Na semana passada, ele afirmou que o Bitcoin deve ter um grande papel no futuro da rede social e tem tudo o que é preciso para se tornar a moeda nativa da internet em um futuro próximo.

Mercado segue em alta

Dorsey acredita que a adoção de uma solução nativa deve ajudar a avançar produtos como os superseguidores e a doação de gorjetas, que não precisariam mais de adaptações a mercados globais para funcionar. Para Dorsey, é importante que o Twitter e seus acionistas acompanhem o mercado e invistam agressivamente nele para não ficar atrás na corrida tecnológica.

Corretores consultados pela Euronews afirmam que as declarações dos executivos foram essenciais para levantar o mercado. No entanto, o recorde de US$ 1,2 bilhão (R$ 6,21 bilhões) nas vendas liquidadas registrado nas últimas 24 horas indica que muitos investidores decidiram abandoná-lo — apesar disso, a previsão é que as criptomoedas devem seguir uma forte tendência de alta nos próximos dias.

Fonte: Euronews, Money Times

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.