PlayStation 5 será lançado em 2019, diz analista de mercado

Por Redação | 11 de Julho de 2017 às 12h21
photo_camera Divulgação

A nova geração de consoles pode estrear já em 2019. Pelo menos é essa a visão de Michael Pachter, analista do mercado de jogos que enxerga uma mudança no ciclo usual de novos videogames, com tempos de vida mais curtos que os da geração anterior e o lançamento de atualizações no meio do caminho.

Para ele, a chegada de uma nova leva de plataformas está intimamente ligada ao crescimento na adoção de televisores 4K. Em 2019, as vendas dessa tecnologia devem representar 50% de todos os aparelhos vendidos nos EUA e 35% no restante do mundo. Para a Sony, já que estamos falando especificamente de um PlayStation 5 aqui, seria a hora perfeita de entrar de cabeça, lançando uma nova geração de videogame.

Pachter enxerga o recente lançamento do PlayStation 4 Pro, no final do ano passado, como um indício disso. A nova versão do console já chegou com foco em tecnologias visuais, principalmente a resolução 4K, como uma forma de atualizar a oferta atual de videogames e entregar mais para os usuários que quiserem um poder ampliado. O especialista acredita que esse é o novo caminho, com um ciclo semelhante ao de smartphones, por exemplo.

Ele cita a Apple como principal guia. É claro, nem a Sony nem a Microsoft estariam dispostas a lançar um novo dispositivo por ano, mas fariam com que suas levas de consoles tivessem um funcionamento semelhante. Inicialmente, temos uma versão lançada e, mais tarde, outra aprimorada e com características mais avançadas. Tudo, entretanto, seria retrocompatível, com jogos, acessórios e serviços funcionando em ambas as edições, com diferenças de preço e direcionamento de acordo com o perfil dos usuários.

Isso valeria, inclusive, para o salto entre gerações, com o PlayStation 5 sendo compatível com os jogos do PS4 e assim por diante. Dessa forma, os jogadores se sentiriam menos lesados ao contarem com ciclos menores nos consoles, podendo aproveitar suas plataformas por mais tempo – e garantindo também o suporte de desenvolvedoras a ambas as gerações.

Por mais que esteja falando especificamente do PlayStation 5, Pachter também espera que a Microsoft siga um caminho semelhante, já que o comportamento dela na atual geração também foi esse. A empresa lançou, originalmente, o Xbox One, e agora prepara a chegada do Xbox One X, mais potente, para o final deste ano. O sucessor, também, deve chegar em 2019, não apenas como forma de continuar essa evolução, mas também fazer frente à rival.

Os comentários do analista, entretanto, vieram acompanhados de uma previsão bastante ambiciosa – para ele, o PlayStation 5 será capaz de rodar jogos em resolução 4K com uma taxa de 240 quadros por segundos. É um montante difícil de se obter em jogos mais pesados até mesmo nos PCs. Seriam os consoles, com hardware normalmente inferior mesmo em seus lançamentos, capazes disso?

Não parece ser a realidade, principalmente quando nem mesmo a Sony ou a Microsoft exigem altas taxas de quadros dos desenvolvedores. Tanto no PlayStation 4 Pro quanto no Xbox One X, a indicação é para que usem da melhor forma possível o hardware, e a escolha em relação a frames por segundo ou qualidade visual fica por conta de cada empresa.

A Sony já confirmou estar desenvolvendo o PlayStation 5, mas disse apenas que ele será um avanço significativo em relação à plataforma mais recente. Não existem informações sobre especificações e, muito menos, data de lançamento.

Fonte: GamingBolt