Você faria sexo com um robô? Veja o que disseram os participantes deste estudo!

Você faria sexo com um robô? Veja o que disseram os participantes deste estudo!

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 18 de Setembro de 2021 às 10h00
iLexx/envato

Uma empresa norte-americana de chatbots chamada Tidio fez uma pesquisa para entender se a população tem medo de que a inteligência artificial substitua os seres humanos nos empregos. No entanto, foi outra pergunta que chamou a atenção nesse estudo: se as pessoas fariam sexo com robôs. A estatística pode parecer um tanto quanto bizarra: 42% dos respondentes afirmaram que sim.

A empresa entrevistou mais de 1.200 pessoas. Dentre elas, 42% teriam relações sexuais com um robô, sendo que 39% acreditam que poderiam inclusive ter um relacionamento romântico com uma inteligência artificial. Também existe uma grande discrepância entre homens e mulheres, nessa porcentagem. Os homens são mais abertos à ideia de fazer sexo com um robô (48%) e se apaixonar por uma inteligência artificial (43% dos homens entrevistados).

(Imagem: iLexx/envato)

De qualquer forma, a pesquisa revelou que cada vez mais pessoas estão abertas à ideia de incorporar a IA em suas vidas diárias. Os respondentes não se importam com a IA assumindo as tarefas diárias ou se envolvendo em processos de tomada de decisão. Por outro lado, a adoção da IA ​​é repleta de dúvidas e preocupações sobre seus riscos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Mais dados do estudo

Cerca de 45% dos entrevistados desejam que a inteligência artificial ajuste a política fiscal e o orçamento de seu país. Quase 29% acham que é uma ideia terrível. De acordo com 32% dos entrevistados, os direitos dos robôs (semelhantes aos direitos humanos ou direitos dos animais) é um tópico com o qual não devemos nos preocupar. Eles acreditam que é uma das questões menos importantes relacionadas ao desenvolvimento da inteligência artificial. O estudo completo pode ser acessado aqui

Fonte: ZDNet

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.