Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Nem introvertido, nem extrovertido? Você pode ser ambivertido

Por| Editado por Luciana Zaramela | 08 de Maio de 2024 às 17h24

Link copiado!

Priscilla Du Preez/Unsplash
Priscilla Du Preez/Unsplash

Você não se considera nem extrovertido, nem introvertido? Os pesquisadores da área da psicologia têm um termo que pode ajudar a te definir: ambivertido — ou seja, alguém que se adapta a diferentes situações sociais e pode se sentir bem tanto ao interagir com os outros (de forma mais limitada) quanto ao passar um tempo sozinho.

Os ambivertidos são apontados como bons líderes e bons vendedores por causa de uma combinação equilibrada de falar e ouvir, já que os extrovertidos falam demais, enquanto os introvertidos falam pouco. 

Pelo menos, é essa a conclusão de um estudo da Psychological Science, feito com 340 funcionários: "Dado que se envolvem naturalmente num padrão flexível de falar e ouvir, os ambivertidos tendem a expressar assertividade e entusiasmo suficientes para persuadir e fechar uma venda, mas estão mais inclinados a ouvir os interesses dos clientes e menos vulneráveis ​​a parecer demasiado entusiasmados ou excessivamente confiantes", diz a pesquisa.

Continua após a publicidade

Mas o que é exatamente alguém ambivertido? Para termos esse conceito mais claro, vale a pena revisitar todo o espectro extrovertido-ambivertido-introvertido.

Esse espectro é abordado por um estudo de 2022 do periódico Open Journal of Medical Psychology e para a surpresa de muitos, é descrito como uma dimensão contínua da personalidade, em vez de simplesmente dois tipos de personalidade. 

Muito se engana quem acredita que esses conceitos são novos. Lá em 1921, o famoso psicólogo Jung, fundador da psicologia analítica, já falava sobre isso.

Em sua percepção, a extroversão seria como a libido (a energia ou força instintiva) voltada para fora, e a introversão como a libido voltada para dentro.

O que é alguém introvertido

De acordo com a equipe por trás do estudo da Open Journal of Medical Psychology, a introversão pode ser definida como "um estado de interesse predominante em seu próprio eu mental. Ou seja: os introvertidos são normalmente percebidos como mais reservados ou reflexivos, abraçam a solidão, preferem a introspecção à expressão.

Ainda com base nesse estudo, as pessoas introvertidas são mais focadas na profundidade, são menos demonstrativas emocionalmente e compartilham dados pessoais com poucos selecionados.

Continua após a publicidade

Conforme explica o psiquiatra e psicoterapeuta Dr. Eduardo Perin, a pessoa introvertida tem uma bateria social que acaba mais rapidamente.

"É uma pessoa que tende a preferir ficar sozinha, embora também possa ser sociável e gostar do contato com outras pessoas, em geral precisa de momentos em que está sozinha com os próprios pensamentos e com as próprias coisas. Sente-se mais relaxada em um ambiente mais quieto e não se sente confortável como centro das atenções. Pensa muito antes de falar", expõe o psiquiatra. 

O que é alguém extrovertido

Já a extroversão é definida pelo estudo em questão como um "estado de obtenção principalmente de gratificação externa", de modo que os extrovertidos tendem a gostar de interações humanas e a serem entusiasmados, falantes, assertivos.

Continua após a publicidade

Indivíduos extrovertidos são definidos pelo estudos como "energizados", que prosperam quando estão perto de outras pessoas. "Eles têm prazer em atividades que envolvem grandes reuniões sociais (festas, atividades comunitárias, manifestações públicas, grupos empresariais ou políticos) e também tendem a trabalhar bem em grupos", como diz o artigo.

O Dr. Eduardo Perin comenta que a pessoa extrovertida tende a puxar assunto mais facilmente com pessoas que não conhece, tende a se sentir confortável quando é o centro das atenções de um grupo e muitas vezes fala sem pensar.

"É mais impulsiva na hora de falar. Em geral, uma pessoa mais inquieta, mais agitada, e prefere ambientes com outras pessoas. Sente-se um pouco entediada quando está sozinha, desconfortável", complementa o especialista.

Continua após a publicidade

O que é alguém ambivertido

Então chegamos no ponto: se uma pessoa não é introvertida e não é extrovertida, o que é alguém ambivertido? O estudo define essa personalidade em cinco traços:

  • Abertura à experiência
  • Consciência
  • Extroversão/introversão
  • Amabilidade
  • Neuroticismo

O estudo conclui que o ambivertido têm a capacidade de adaptação a muitas situações diferentes. Em relação aos traços de personalidade, os ambivertidos não enfrentam muitos obstáculos na vida profissional: "A ambiversão pode ser o traço de personalidade mais adaptativo e mais estável no espectro introversão-extroversão".

Continua após a publicidade

Segundo dr. Perin, os ambivertidos ficam mais calados quando estão em um ambiente com desconhecidos, mas quando estão rodeados por pessoas conhecidas, ficam à vontade para falar e expressar o que sentem.

Desse ponto de vista de vendas, os ambivertidos conseguem se adaptar a diferentes situações e demandas dos clientes, então se alguém é mais tímido, a tendência é falar menos, de modo que não deixe o outro desconfortável.

Mas o dr. reitera que o termo "ambivertido" ainda não é totalmente aceito pela psiquiatria e na psicologia. "Não é um termo unânime. Ainda faltam estudos para comprovar que existem pessoas ambivertidas, embora estudos já tenham mostrado que algumas pessoas têm essas características mais intermediárias".

Fonte: Knot Theory Mind, Open Journal of Medical Psychology, Psychologial Science