Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Cientistas desvendam possíveis causas da solidão

Por| Editado por Luciana Zaramela | 29 de Dezembro de 2023 às 09h00

Link copiado!

cottonbro studio/pexels
cottonbro studio/pexels

Um estudo publicado na revista científica Frontiers of Social Psychology no último dia 11 revelou possíveis causas para a solidão. Inicialmente, as pesquisas indicavam que essa sensação vinha unicamente da necessidade de pertencer, mas o novo relatório mostra uma complexidade que vai um pouco além disso.

A nova análise se concentra em duas necessidades que as relações sociais ajudam a satisfazer: a conexão com outras pessoas (adaptação e convivência) e a autonomia de conduzir a vidas nos próprios termos e lutar por objetivos pessoalmente significativos.

Para entendr melhor essa sensação, os pesquisadores observaram dados irlandeses de 2009 a 2011. Uma amostra de 8.500 pessoas, com idades entre 49 e 80 anos, revelou aspectos como a saúde, os relacionamentos e a situação financeira.

Continua após a publicidade

Na prática, os cientistas perguntaram aos participantes do estudo sobre os seus níveis de solidão, bem como sua conexão com outras pessoas e até que ponto os participantes julgavam que estavam no comando e tinham escolha nas suas vidas.

Através desse questionário, o grupo percebeu que as pessoas com menor taxa de conexão e autonomia tiveram as pontuações mais altas de solidão.

“A solidão sempre foi explicada como um déficit na satisfação das necessidades relacionais, mas os indivíduos também precisam de arbítrio, controle pessoal e escolha, e não atender a essa necessidade também deve afetar a solidão", refletem os pesquisadores.

O principal órgão de sáude dos EUA (CDC, Centers for Disease Control and Prevention) aponta que a solidão tem sido associada ao aumento do risco de doença cardíaca e acidente vascular cerebral, diabetes tipo 2, depressão e ansiedade ou até mesmo demência.

O órgão define a solidão como "sentir que você não tem relacionamentos próximos ou significativos ou um sentimento de pertencimento. Reflete a diferença entre o nível de conexão real e desejado de uma pessoa, o que significa que mesmo uma pessoa com muitos amigos pode se sentir solitária".

Impactos da solidão

Pesquisadores já revelaram os principais impactos da solidão, não apenas ao comportamento humano como também à própria saúde física. Em 2020, por conta da pandemia, estudos lançaram luz sobre os efeitos do isolamento no corpo e cérebro. Já neste ano, uma equipe descobriu que a solidão faz com que o cérebro responda de forma diferente a estímulos.

Continua após a publicidade

Fonte: University of Michigan, Frontiers of Social Psychology, CDC