Cientistas correlacionam decoração da casa com personalidade de quem mora nela

Cientistas correlacionam decoração da casa com personalidade de quem mora nela

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 09 de Agosto de 2021 às 22h30
Vinicius Amano/Unsplash

Sabia que a decoração da sua casa pode revelar muito da sua personalidade? Pois é justamente isso o que aponta um novo estudo da Universidade do Texas. Para chegar a essa conclusão, pesquisadores estudaram 286 pessoas com mais de 65 anos e tiraram fotos dos cômodos onde os sujeitos passavam mais tempo (normalmente a sala de estar) e descobriram que certas características da personalidade de uma pessoa se refletiam em elementos centrais da decoração dos cômodos.

Segundo o estudo, pessoas que têm uma correspondência entre personalidade e espaço de vida relatam melhor bem-estar, se sentem melhor com sua vida e têm um humor melhor. “O lar é onde podemos nos expressar", apontam os pesquisadores.

Os responsáveis pelo estudo analisaram as personalidades dos participantes e olharam as fotos tiradas dos cômodos, avaliando as características da sala, como brilho, limpeza, etc. Eles notaram que a personalidade extrovertida foi expressa na decoração dos quartos com itens mais novos constituindo o ambiente e decorações mais alegres. Isso pode vir do desejo de tornar a sala atraente para amigos e familiares visitantes, por exemplo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Imagem: NeONBRAND/Unsplash)

A personaldade mais racional foi associada a itens novos e confortáveis. Como a ordem e a organização são componentes-chave desse traço de personalidade, isso pode explicar a associação.  Quando um espaço de vida corresponde à personalidade e às preferências da pessoa que mora nele, os adultos mais velhos relataram maior bem-estar.

O estudo ainda apontou que muitos idosos não podem andar ou subir escadas, e suas casas acabam ficando desatualizadas, desconfortáveis, escuras e desorganizadas. Os pesquisadores dizem que isso pode ser também porque esses adultos têm menos energia para manter seus espaços. 

Achou bacana? A pesquisa completa pode ser encontrada aqui

Fonte: Futurity, UT News

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.