Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Conectividade no avião: a transformação inevitável da experiência de voar

Por| 10 de Janeiro de 2024 às 11h29

Link copiado!

Pixabay/OrnaW
Pixabay/OrnaW

Encaremos os fatos: os voos, independentemente da duração, passaram por uma revolução nos últimos anos, não é mesmo? Desde que ganhamos a capacidade de acessar a internet diretamente de nossos assentos no avião, a experiência se transformou, e, para mim, o maior impacto está na eficiência do tempo. Pois é, poder, durante o deslocamento, manter a comunicação e me aproximar de quem é importante e continuar trabalhando com meu notebook ou smartphone é, sem dúvida, uma evolução notável.

Antes de mergulharmos nas outras vantagens desse acesso irrestrito à internet nas aeronaves, é crucial destacar um ponto central. Sabia que todo esse avanço na conectividade só se tornou possível graças aos satélites, que desempenham um papel fundamental no envio de dados das redes até as alturas em que voamos? É verdade!

Embora seja possível ter conexão por meio de torres de celular no solo, a verdadeira magia acontece em voos sobre áreas desprovidas de torres, como nos voos transatlânticos. Mas, Leandro, como esse serviço se mantém mesmo nesses momentos críticos? Aqui é onde os satélites entram em cena.

Continua após a publicidade

As companhias aéreas instalam antenas em formato de corcova na parte superior do avião, visíveis externamente, que captam o sinal dos satélites responsáveis pelos dados e distribuem o conteúdo para os pontos de acesso na cabine.

Esse sistema de roteamento é comparável aos roteadores que usamos diariamente, seja em casa ou no trabalho. E a tecnologia está tão avançada que hoje, a uma altitude de mais de 10 quilômetros e a velocidades superiores a 800 km/h, é possível assistir tranquilamente a um filme via streaming.

Aliás, o entretenimento personalizado é, sem dúvida, um grande benefício exclusivo da internet a bordo. Em vez de depender da programação limitada do sistema embarcado no avião, baseado em contratos entre a companhia aérea e os estúdios, você pode ver as produções de sua escolha em serviços de streaming ou comprados em lojas oficiais. Ah, e não só isso: livros digitais, jogos e até mesmo cursos on-line podem ser alternativas, trazendo aquela sensação boa de produtividade e lazer.

Estando perto de quem importa, mesmo distante

Não posso deixar de citar também o conforto psicológico proporcionado pelo contato com amigos e familiares via mensagens instantâneas em aplicativos como WhatsApp, Telegram ou nas redes sociais. É uma possibilidade que reduz demais a sensação comum de isolamento em longas viagens e torna a experiência de voo mais agradável. Inclusive, mesmo um desconforto do assento pode se tornar algo secundário quando você está imerso em uma conversa significativa.

Para aqueles que viajam a trabalho, como pincelei anteriormente, o Wi-Fi a bordo é uma verdadeira bênção. Só em poder manter as reuniões em nossa agenda, as apresentações em dia e os documentos validados, o avião se torna uma extensão do escritório, gerando um impacto muito menor nas atividades diárias.

Digo de forma enfática que a conectividade em um avião é mais do que um luxo moderno. É uma ferramenta importante que cada dia mais terá sua relevância para qualquer pessoa, não importa qual idade ou que função desempenhe. E que bom estarmos aqui para ver esse avanço com nossos próprios olhos! Sigo ansioso para ver o que o futuro reserva para as inovações na internet de mobilidade, e você?