SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Como a IA pode afetar a gestão de riscos e o combate às fraudes financeiras?

Por| 25 de Outubro de 2023 às 10h00

Link copiado!

Pexels/Pavel Danilyuk
Pexels/Pavel Danilyuk

O número de fraudes e golpes financeiros tem aumentado cada vez mais nos últimos anos. Esse movimento tem feito com que instituições bancárias e profissionais do setor tivessem que investir em alternativas, como por exemplo, o uso da inteligência artificial (IA) para se prevenir e solucionar os impactos causados por esses malefícios.

De acordo com a pesquisa State of AI in Financial Services 2022, realizada pela Nvidia, empresa especializada no desenvolvimento de componentes eletrônicos, 78% dos profissionais da área afirmam utilizar a IA por meio de aplicações como machine learning e deep learning para melhorar suas entregas e combater casos de fraudes.

Em outras palavras, a tecnologia tem se tornado a favorita entre os profissionais do setor financeiro. Mas por que isso tem acontecido? Uma das razões é que a IA pode ser uma ótima alternativa para instituições mitigarem riscos que podem acometer a empresa como um todo.

Continua após a publicidade

Com ela, profissionais conseguem detectar padrões de operações, possíveis anomalias e analisar uma grande quantidade de dados que os ajudem a avaliar possíveis riscos, casos de fraudes e atividades que não estejam ocorrendo em conformidade com a regulamentação.

Por exemplo, no setor financeiro, ela é capaz de analisar transações, comportamentos padrões dos usuários, identificar falhas em processos, perdas financeiras e até casos de fraudes e lavagem de dinheiro. Ou seja, se houver algum tipo de atividade que seja fora do normal, ela é capaz de reconhecer e fazer um bloqueio, caso necessário, auxiliando na prevenção contra atividades ilegais.

Para finalizar, diante dessas informações, se me perguntassem como a IA pode afetar a gestão de riscos e o combate às fraudes financeiras, eu diria que positivamente. Afinal, com a ajuda dela, empresas são capazes de detectar possíveis golpes com mais agilidade e, consequentemente, se prevenir contra problemas futuros.

Eduardo Tardelli é CEO da upLexis, empresa de tecnologia que desenvolve soluções para busca e estruturação de informações extraídas de grandes volumes de dados (Big Data) da internet e outras bases de conhecimento.