Zack Snyder deixa filme da Liga da Justiça; Joss Whedon assume produção

Por Redação | 23 de Maio de 2017 às 09h08

Uma tragédia abalou ainda mais a já conturbada produção do universo cinematográfico da DC Comics. O diretor de Liga da Justiça, Zack Snyder, anunciou na noite desta segunda-feira (22) que está deixando a cadeira no longa para lidar com uma tragédia familiar: o suicídio de sua filha, Autumn, que tinha 20 anos de idade.

Joss Whedon, responsável por O Vingadores e também pela vindoura adaptação de Batgirl, vai assumir os trabalhos que envolvem a gravação de cenas adicionais, que já estavam sendo preparadas por ele e Snyder, e também a finalização do longa em si. Não houve adiamento na data de lançamento, uma sugestão da própria Warner, que foi negada pelo diretor.

O caso aconteceu em março, mas só veio à tona agora porque Snyder decidiu continuar trabalhando, após uma pausa de duas semanas, vendo na direção uma forma de lidar com a própria perda. Com a aproximação da gravação de cenas adicionais e o trabalho intenso para finalização de Liga da Justiça, entretanto, a carga emocional ficou grande demais e ele decidiu se afastar para lidar com a dor de uma maneira melhor.

Em declaração, o diretor afirmou estar passando por momentos difíceis e que a produção de um longa deste tamanho é extremamente difícil, além de consumir a maioria de seu tempo. Sendo assim, ele preferiu ficar ao lado de sua esposa, filhos e restante da família para lidar com a situação. Ele recebe o apoio da Warner Bros. na decisão e se afasta junto com a esposa, Deborah Snyder, que atua como produtora no filme.

De acordo com a companhia, Liga da Justiça encontra-se em sua parte final de produção, já tendo um esboço da edição finalizado. Foi justamente esse corte preliminar que levou Snyder a decidir pela produção de cenas adicionais, que foram escritas por Whedon e devem começar a serem gravadas ainda neste mês, em Londres, na Inglaterra.

Foi justamente antes de seguir para a Europa que o diretor decidiu se afastar, percebendo que não seria capaz de finalizar o projeto sozinho. Whedon acabou sendo a escolha perfeita para assumir a cadeira, não apenas por sua participação em Liga da Justiça, mas também por sua experiência e envolvimento com o universo da DC. De acordo com a Warner, entretanto, ele não deve acrescentar novidades ao longa e sua missão é finalizar a visão do próprio Snyder.

A revelação pública da tragédia, de forma transparente, vem para evitar mais comentários negativos sobre um longa e um universo que já têm uma boa cota de críticas. Em declarações, Snyder diz saber que sua tragédia familiar é uma questão privada, assim como o tempo necessário de afastamento, mas também acredita que “narrativas” serão criadas na internet sobre o assunto. Ele diz não se importar com isso, e, agora que o anúncio está feito, deve seguir para cuidar daquilo que é importante para ele.

Liga da Justiça chega ao Brasil no dia 15 de novembro de 2017. Trabalhando sob a direção de Zack Snyder – e, agora, Joss Whedon – estão Ben Affleck (Batman/Bruce Wayne), Henry Cavill (Clark Kent/Superman), Gal Gadot (Diana Prince/Mulher Maravilha), Ezra Miller (Barry Allen/Flash) e Jason Momoa (Arthur Curry/Aquaman).

Fonte: The Hollywood Reporter

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.