Halloween Kills será ainda mais violento que o reboot, revela diretor

Por Laísa Trojaike | 20 de Maio de 2020 às 23h00
Blumhouse

A Blumhouse tem construído seu nome no gênero terror impecavelmente e reviver a franquia Halloween foi um dos grandes acertos da produtora. Dirigido por David Gordon Green, o novo Halloween não só é respeitoso com o legado de John Carpenter, como atualiza os personagens e a violência para um espectador contemporâneo, que já não se assusta facilmente e está bastante acostumado com imagens muito gráficas.

Com o sucesso da retomada de Halloween, duas sequências foram anunciadas, Halloween Kills e Halloween Ends, formando uma trilogia. A novidade, agora, é que a franquia está ficando ainda mais violenta. Michael Myers aprova.

Imagem: Blumhouse

Recentemente, a equipe do filme fez uma Watch Party com direito a comentários no Twitter e respostas aos questionamentos dos fãs. Durante a sequência em que Myers assassina a dupla de jornalistas, o diretor comentou, através do perfil da Blumhouse, que “Esta é a cena mais violenta que eu dirigi desde Segurando as Pontas, mas aí Halloween Kills...”

Andi Matichak, que interpreta Alysson, a neta de Laurie Strode (Jamie Lee Curtis), respondeu ao tweet dizendo que “A violência assume um novo significado em Halloween Kills.”

Assim como o final de Halloween, as sequências têm suas tramas mantidas em completo segredo e o futuro dos personagens é um mistério. Com as sequências, sabemos que, se Michael Myers morrer, será somente em 2021. Ou será que alguém irá assumir o seu legado?

Halloween Kills contará com a direção de David Gordon Green, que assina o roteiro ao lado de Danny McBride e Scott Teems. Se não houver alteração na data de estreia, a sequência chegará aos cinemas em 15 de outubro de 2020, com a trilogia chegando ao fim em 2021.

Fonte: Cinema Blend

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.