Publicidade

Branca de Neve | Os Sete Anões estão assustadores em imagem do live-action

Por| 27 de Outubro de 2023 às 17h30

Link copiado!

Disney
Disney
Tudo sobre Walt Disney Company

A Disney divulgou a primeira imagem do live-action de Branca de Neve e os Sete Anões e ela é um pouco perturbadora. Ao mesmo tempo em que a atriz Rachel Ziegler (Shazam! Fúrias dos Deuses) está muito bem caracterizada como a primeira princesa do estúdio, temos uma família inteira de anões digitais que, como você bem deve imaginar, causa muito estranhamento já à primeira vista.

A foto foi liberada junto ao anúncio de que o longa-metragem previsto para 2024 foi adiado. Com isso, a adaptação em carne e osso (e muito CGI) vai levar mais um ano para ficar pronta, chegando aos cinemas somente no dia 21 de março de 2025. Além de Ziegler, o filme ainda traz a atriz Gal Gadot (Mulher-Maravilha) como a Rainha Má. O visual da vilã, porém, não foi revelado ainda.

Continua após a publicidade

Os Sete Anões e a dor de cabeça da Disney

Em relação à imagem divulgada, é impossível não comentar sobre os anões — até porque os icônicos personagens se tornaram alvo de uma das várias polêmicas envolvendo o live-action desde o seu anúncio.

No início de 2022, o ator Peter Dinklage — o Tyrion, de Game of Thrones — criticou publicamente a Disney por decidir contar o conto clássico com esse viés capacitista, ou seja, retratando os anões com o que ele chamou de visão retrógrada e sugeriu que o melhor seria modernizar a história de Branca de Neve.

Diante disso, o estúdio afirmou que iria fazer uma abordagem diferente. Foi quando começaram a circular rumores de que os personagens seriam substituídos por outras criaturas mágicas da floresta ou mesmo retirados da trama para evitar novos apontamentos.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

O problema foi que os fãs não receberam bem a possibilidade e passaram a reclamar que não faria sentido recriar a animação mais clássica desses 100 anos de Walt Disney Company se fosse para descaracterizá-la por completo e retirando essas sete figuras tão marcantes e que dão nome ao conto.

Assim, nesse vai e vem de críticas e decisões, parece que a Disney optou pelo meio termo e manteve os anões com um visual mais fantasioso e próximo do desenho animado — o que levanta outros questionamentos.

Mais um CGI questionável

Continua após a publicidade

Como se não bastasse a eterna discussão sobre a necessidade ou não dos remakes em live-action dos clássicos Disney, o novo Branca de Neve e os Sete Anões esbarra de início em outro tópico já recorrente nas adaptações do estúdio: o exagero de personagens digitais.

Como dito, basta bater o olho na imagem de divulgação para estranhar o design dos anões. Está claro que a intenção foi se aproximar do design da animação de 1937 até para tentar se esquivar das críticas de capacitismo ao apelar para algo mais lúdico, mas ainda segue algo que parece não convencer.

É algo muito próximo do que vimos recentemente em A Pequena Sereia, no qual essa tentativa de criar um meio termo entre o realismo e o desenho original também criou um desconforto semelhante — tanto que o pequeno Linguado virou meme e, no longa, acabou sendo escondido.