Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Onde caiu o asteroide que matou os dinossauros?

Por| Editado por Patricia Gnipper | 01 de Julho de 2023 às 14h00

Link copiado!

Donald E. Davis/CC BY-SA 3.0
Donald E. Davis/CC BY-SA 3.0

Os dinossauros foram extintos há cerca de 66 milhões de anos, no fim do período Cretáceo. Por muito tempo, os cientistas suspeitaram que tal evento foi causado por um impacto massivo, e as suspeitas foram confirmadas ao encontrar a cratera associada à colisão. Mas, afinal, onde caiu o asteroide que matou os dinossauros?

A explicação por trás da extinção dos dinossauros foi proposta pelo físico Luis Walter Alvarez durante a década de 1980. Ele observou que argilas antigas, com 66 milhões de anos, apresentavam mais irídio que as camadas acima e abaixo delas. O irídio é um metal raro na crosta terrestre, mas abundante no Sistema Solar.

Continua após a publicidade

Na época, os cientistas consideraram que o elemento foi parar nelas, provavelmente, porque “pegou carona” em algum objeto que atingiu a Terra naquele período. Uma década depois, pesquisadores encontraram uma cratera de impacto sob as águas do Golfo do México.

A cratera Chicxulub

As pistas sobre o objeto que encerrou o reinado dos dinossauros foram encontradas na cratera Chicxulub, que tem este nome porque fica próxima da comunidade de Chicxulub. Ela é como uma grande cicatriz na Península de Yucatán, no México, com mais de 140 km de diâmetro, que foi deixada pela colisão do objeto.

Estudos posteriores mostraram que a cratera em questão foi formada há 66 milhões de anos — o que corresponde ao período em que ocorreu a extinção dos dinossauros —, e que os níveis de irídio pareciam diminuir gradualmente a distâncias maiores dela.

Continua após a publicidade

Com base nas dimensões da cratera, os cientistas estimam que ela foi criada pelo impacto de um asteroide com cerca de 12 km de diâmetro, viajando a incríveis 43 mil km/h. Para completar, um estudo publicado em 2020 mostrou que o asteroide atingiu a superfície da Terra em um ângulo bem favorável para a destruição.

A rocha estava a 60º acima do horizonte, e seu impacto liberou toneladas de enxofre na atmosfera. Isso fez com que a luz solar fosse bloqueada, e causou a extinção tanto dos dinossauros quanto de 75% das outras formas de vida na Terra.