Mulher reencontra pai após 30 anos, graças a banco de DNA

Mulher reencontra pai após 30 anos, graças a banco de DNA

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 21 de Junho de 2021 às 14h20
ktsimage/Envato

Na última quarta-feira (16), a autônoma Roselena Aparecida da Silva protagonizou um reencontro com seu pai, Anísio Donizete da Silva, com quem não falava há 30 anos. O banco de DNA da Polícia Técnico-Científica foi o grande responsável por esse reencontro.

Roselena procurava pelo pai desde que tinha 19 anos. Acontece que há mais de 30 anos, seu pai saiu de São Gotardo, em Minas Gerais, onde morava, e atualmente reside na cidade de Rio Verde, no sudoeste de Goiás.

“Eu já havia tentado encontrá-lo de outras formas, mas não tive resultado. Então, meu namorado me aconselhou a ir até a polícia e disse que talvez lá seria mais fácil. Deu certo e foi maravilhoso! Foi uma sensação de gratidão. Me sinto totalmente realizada”, afirmou Roselena.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Imagem: iLexx/Envato)

O plano agora é encontrar seu pai pessoalmente: “Vamos nos reencontrar pessoalmente, sim, é tudo o que eu e meus irmãos queremos. Quero muito poder abraçá-lo e sentir o calor de pai”, completou a autônoma.

“O rostinho dela está muito diferente do que era. Ela era loirinha do cabelo amarelinho, agora está uma 'moçona' do cabelo preto”, disse Anísio.

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.