Assim como as corujas, pequeno dinossauro tinha visão noturna e audição aguçada

Assim como as corujas, pequeno dinossauro tinha visão noturna e audição aguçada

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 11 de Maio de 2021 às 14h20
Ilustração: Viktor Radermaker

O estudo de um fóssil de um pequeno dinossauro mostra que a criatura não só se parecia fisicamente com uma coruja, como também tinha as mesmas habilidades da ave, inclusive a capacidade de caçar no escuro. Batizado de Shuvuuia, a criatura tinha visão noturna e ouvido aguçado, e vivia no deserto da Mongólia. 

As informações foram obtidas por Jonah Choiniere, professor e cientista da Universidade de Witwatersrand em Joanesburgo, na África do Sul. O objetivo do cientista era investigar e comparar a relação das habilidades de dinossauros e aves, e para isso a equipe usou imagens de tomografia computadorizada para coletar informações sobre o tamanho dos olhos e dos ouvidos internos de quase 100 pássaros ainda vivos e de espécies de dinossauros extintas.

Para avaliar a audição das criaturas, os cientistas mediram o comprimento de um órgão chamado lagena, conhecido como cóclea nos mamíferos, responsável por processar informações sonoras. A coruja-das-torres, por exemplo, é capaz de caçar na escuridão usando apenas a audição, pois tem a lagena mais longe do que qualquer outro pássaro. Já para avaliar a audição, foi feita a medição do diâmetro de um conjunto de ossos que fica em volta da pupila, o anel escleral. Quanto mais a pupila é capaz de se abrir, mais a luz entra e melhor fica a visão durante a noite.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Ilustração/Viktor Radermaker

Os cientistas descobriram que muitos carnívoros terópodes, como o Tiranossauro Rex e Dromeossauro, tinham a visão otimizada para o dia e uma audição melhor que a média, o que pode ter ajudado as criaturas na hora de caçar. Porém, o Shuvuuia, que faz parte do grupo dos Alvarezsaurus, foi o que tinha visão e audição noturna extraordinárias, o que sugere que o animal teria a capacidade de caçar na escuridão total.

Shuvuuia foi encontrado na década de 1990, era um dinossauro pequeno, do tamanho de uma galinha, e vivia nos desertos de onde hoje é a Mongólia. O seu esqueleto está classificado como um dos mais bizarros entre os dinossauros já descobertos até então, sendo musculoso, com uma única garra em cada "mão", contando com crânio frágil e pernas longas.  Teria caçado à noite usando suas habilidades de visão e audição para encontrar mamíferos e insetos, além de arrancar a presa de suas tocas e de uma vegetação cheia de arbustos com as garras, que traziam mais facilidade.

Fonte: SciTechDaily

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.