CES 2021 | Tecnologia da Qualcomm promete leitor de digital sob a tela melhorado

Por Rubens Eishima | 12 de Janeiro de 2021 às 09h20
Divulgação/Qualcomm
Tudo sobre

Qualcomm

Saiba tudo sobre Qualcomm

Ver mais

Com o anúncio de seus processadores 5G para celulares já concluídos, um dos destaques da Qualcomm para a CES 2021 é a segunda geração de seu leitor de digitais sob a tela. Batizado como 3D Sonic Sensor Gen 2, a nova versão traz como vantagens uma área de leitura maior e velocidade aprimorada.

O sensor da Qualcomm foi usado em celulares topo de linha como os Galaxy S10, S20, Note 10 e Note 20. O diferencial do componente em relação aos leitores encontrados em aparelhos intermediários é o uso de ultrassom para criar uma imagem tridimensional da digital no lugar de uma fotografia 2D simples dos componentes tradicionais.

Segundo a fabricante, o leitor possui apenas 0,2 milímetro de espessura, permitindo o uso em celulares finos e até em modelos com formatos alternativos — por exemplo, com tela dobrável.

Fabricante promete leituras mais rápidas com o novo sensor (Imagem: divulgação/Qualcomm)

O uso de um novo processador resultou em um aumento de velocidade de leitura de 50%, permitindo desbloquear mais rapidamente o celular, aprovar um pagamento ou autenticação.

Outra vantagem destacada pela fabricante é a expansão da área de leitura do sensor, que ocupa 64 mm² (8 x 8 mm). O espaço para detecção da digital é 77% maior que a primeira geração do 3D Sonic, que ocupava 36 mm² (4 x 9 mm).

O sensor 3D Sonic gen 2 tem previsão de chegada ao mercado já no começo desde ano, equipando alguns lançamentos deste primeiro semestre. A fabricante, porém, não deu pistas de quais modelos devem trazer o novo componente.

Fonte: Qualcomm

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.