Novos produtos da linha Philips Smart LED não são compatíveis com Philips Hue

Novos produtos da linha Philips Smart LED não são compatíveis com Philips Hue

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 03 de Setembro de 2021 às 11h55
Divulgação/Philips EUA

A Signify, proprietária da linha Phillips Hue, lançou nesta sexta-feira (3) mais produtos da série Philips Smart LED Bulbs. Os dispositivos podem causar confusão em vários clientes, já que são bastante parecidos com as lâmpadas Philips Hue e têm as mesmas funções, mas as linhas não são compatíveis entre si.

Isso acontece porque as formas de conectividade das lâmpadas são diferentes: enquanto a linha Philips Smart LED é controlada diretamente por Wi-Fi — assim como vários produtos similares de outras marcas — os dispositivos Philips Hue só podem ser configurados por meio de um hub de protocolo Zigbee, ou com uma conexão Bluetooth.

Linha de lâmpadas com a marca Wiz Connected inclui modelos coloridos e em tons brancos (Imagem: Divulgação/Signify)

No total, foram 36 produtos lançados, entre lâmpadas individuais e pacotes com múltiplos dispositivos e acessórios. Os preços variam de 10 euros (cerca de R$ 61 em conversão direta) para uma lâmpada básica E27 de 60W, passando por modelos GH10 de 14 euros (R$ 85), um pack de duas lâmpadas com padrão mais achatado GU10 de 50W por 30 euros (R$ 180), e também lâmpadas decorativas de filamento por 55 euros (R$ 337).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Como se a confusão já não fosse suficiente, os produtos ainda trazem a marca da Wiz Connected, em referência à companhia adquirida pela Signify em 2019. Eles podem receber nomenclaturas de varejistas e outras lojas, como a Great Value no Canadá, ou a 4Lite no Reino Unido. A disponibilidade de cada linha de produtos também depende do país.

Produtos também podem levar nome das varejistas, dependendo do país (Imagem: DIvulgação/Signify)

A Wiz, por sua vez, também acrescentou novos dispositivos, como as lâmpadas de mesa Wiz Hero Gen 2 e Squire, que custam 50 euros (R$ 307) e 55 euros (R$ 337), respectivamente. A companhia também mostrou uma lâmpada de teto e uma tomada inteligente com um medidor de consumo integrado, por 20 euros (R$ 123).

Falta de compatibilidade tem dias contados

Protocolo Matter promete compatiblidade entre dispositivos de casa inteligente de diversas marcas (Imagem: Build With Matter/Site Oficial)

Os dispositivos também precisam ser controlados por seus aplicativos próprios — ou seja, lâmpadas Lâmpadas Phillips Smart LED não são compatíveis com o aplicativo Philips Hue, e produtos da Philips Hue não funcionam com o aplicativo WiZ. Para amenizar o problema, todos são compatíveis com Alexa e Google Assistente, além da possibilidade de uso com aplicativos como IFTTT ou SmartThings, que integram funções de diferentes marcas em um lugar só.

Existem planos de aumentar a compatibilidade dos produtos, a partir do momento em que a Philips Hue e a Wiz adotarão o protocolo Matter para smart homes, com um padrão de Internet Protocol (IP) para permitir a interoperabilidade entre dispositivos de marcas diferentes a partir do primeiro semestre de 2022.

A Signify promete atualizar a ponte Hue para o Matter, o que afeta todas as lâmpadas e outros produtos compatíveis, inclusive os mais antigos. Porém, no caso da Wiz, somente os novos produtos serão atualizados, já que cada um possui seu próprio módulo de conectividade — situação similar aos produtos da Philips Smart.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.