Publicidade

5 diferenças entre o Volvo XC90 e o EX90

Por| Editado por Jones Oliveira | 30 de Janeiro de 2024 às 09h30

Link copiado!

Felipe Ribeiro/Canaltech/ Volvo
Felipe Ribeiro/Canaltech/ Volvo

Confirmado para o Brasil no começo de 2024, o Volvo EX90 será o carro mais avançado da montadora sueca no mercado, marcando o início de uma nova geração de modelos elétricos por parte da empresa. Sua missão em vários mercados será a de substituir o XC90, sucesso absoluto desde o seu lançamento.

Aqui no Brasil os dois carros ainda vão conviver por um tempo, já que o XC90 ainda tem muito mercado por aqui. Mas quem tiver condições de entrar no mundo elétrico, luxuoso e tecnológico que o EX90 tem a oferecer, vai sentir muitas diferenças entre os dois SUVs grandes.

Veja abaixo quais são as principais diferenças entre o Volvo XC90 e o EX90.

Continua após a publicidade

5. Dimensões

O Volvo EX90 será um pouco maior do que o XC90. O SUV elétrico tem 5,03m de comprimento, 2,98m de entre-eixos, 1,74m de altura e 1,96m de largura, enquanto o XC90 tem 4,95m de comprimento, 2,98m de entre-eixos, 1,76m de altura e 1,92m de largura. 

Com essa diferença e um melhor aproveitamento do espaço interno, espera-se que o EX90 seja ainda mais confortável do que o modelo híbrido.

Continua após a publicidade

4. Pode ser usado como gerador de energia

A enorme bateria de 111kWh do Volvo EX90 permite que o SUV se transforme em um gerador de energia ambulante. Caso sua casa fique sem força por qualquer que seja o motivo, o carro consegue transmitir eletricidade de volta e abastecer uma casa inteira por algumas horas. Além disso, ele também pode ser um enorme powerbank com rodas, já que outros aparelhos podem ser carregados nele; desde carros até equipamentos eletrodomésticos.

Isso, claro, não pode ser feito no XC90, que possui baterias bem menores e não está com esse recurso disponível.

Continua após a publicidade

3. Não deixa você dirigir bêbado

O Volvo EX90 terá muitos sensores, câmeras e radares, mas dois, em específico, vão atuar diretamente no motorista e verificar se ele está em condições de dirigir. Em casos de embriaguez, por exemplo, o SUV não vai permtir a saída com o veículo

Continua após a publicidade

2. Sistemas de segurança

O Volvo XC90 já é munido de um ótimo sistema de segurança ativa com o pacote ADAS completo. No caso do EX90, tudo será ainda melhor e mais avançado com a chegada do ecossistema Safe Space. O SUV vem com oito câmeras, cinco radares, 16 sensores ultrassônicos e um sensor LiDAR de última geração.

Esse conjunto é capaz de detectar pedestres e animais em distâncias de até 820m, desviar de ciclistas e pedestres, avisar o perigo na abertura de portas, direção autônoma de nível 2, alerta de cruzamento e monitoramento interno do motorista.

Continua após a publicidade

1. Motorização

A principal e mais óbvia diferença entre o XC90 e o EX90 está no powertrain. Enquanto o do XC90 é um híbrido plug-in de 462cv e 72,3 kgf/m de torque, composto por um motor 2.0 turbo de 317cv e 40,8 kgf/m, aliado a um propulsor 100% elétrico de 145cv e 31,5 kgf/m de torque.  

No caso do EX90 são dois motores elétricos, mas que podem render potências diferentes dependendo da versão. Na de entrada são 413cv e 78,5 kgf/m de torque, enquanto na com nome "Performance", são entregues 524cv e 92,7 kgf/m de torque. 

Vale ressaltar, também, que a autonomia do Volvo EX90 será bem interessante, graças à enorme bateria de 111 kWh. No modelo de entrada, será possível percorrer por 584km no ciclo WLTP, enquanto na topo de gama esse número cai para 580km.

Continua após a publicidade