Uber vai criar carro elétrico específico para quem trabalha com apps e táxis

Uber vai criar carro elétrico específico para quem trabalha com apps e táxis

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 05 de Maio de 2021 às 09h52
Arrival

A Uber segue seus investimentos em mobilidade urbana e caminha, assim como outras empresas, para adotar veículos 100% elétricos. Depois de criar incentivos para que motoristas adquiram esse tipo de carro, agora a empresa firmou parceria com a britânica Arrival, especializada em vans e ônibus eletrificados, para a criação de um automóvel elétrico especialmente desenvolvido para quem trabalha na plataforma de transportes ou faz corridas de táxi.

Pelas imagens divulgadas, o carro parece ser pensado apenas para fins de trabalho, conhecido popularmente como os gig-workers. Todo o interior é espaçoso e o banco da frente é reclinado para dar mais conforto a quem vai na fileira de trás. Há, também, bons porta-objetos e uma iluminação diferenciada na cabine. Para o motorista, há uma tela grande na frente que deve ser conectada ao app do Uber ou outros serviços do tipo.

Segundo a Reuters, a Uber e a Arrival iniciarão a produção desse carro elétrico no final de 2022. Há planos de que toda a frota da empresa no Reino Unido seja elétrica até 2025 — 2030 nos demais países da Europa e Estados Unidos e 2040 no geral.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Arrival

Vantagens aos motoristas

A Uber conseguiu arrecadar quase US$ 200 milhões para ajudar seus motoristas a comprarem carros elétricos. Para os que o fizerem, taxas de operação serão cobradas com valores menores, caindo de 25% por corrida para 15%. Não se sabe, porém, como a empresa vai lidar com trabalhadores que já têm veículos elétricos quando os carros da Arrival estiverem disponíveis.

A tendência é que a Uber estimule a substituição do veículo, oferecendo ainda mais vantagens aos motoristas que fizerem a troca. Tudo vai depender, é claro, da potência e da autonomia que esses novos carros da Uber vão oferecer.

Será que um dia o Brasil terá essa chance de escolha? Deixe nos comentários!

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.