Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Renault Kwid E-Tech recebe facelift na França

Por| Editado por Jones Oliveira | 22 de Fevereiro de 2024 às 18h15

Link copiado!

Divulgação/Dacia
Divulgação/Dacia

A Dacia, divisão da Renault que fora do Brasil vende o Kwid E-Tech com outro nome — Spring —, cumpriu a promessa e, nesta quinta-feira (22), revelou por completo como ficou o compacto elétrico após o esperado facelift.

A marca romena, como vinha sendo comentado, deixou o “Kwid E-Tech francês” mais atraente e muito parecido com a nova geração do Duster, SUV que também recebeu a renovação visual na Europa em um passado recente.

Continua após a publicidade

As mudanças no design começam pela dianteira, que agora apresenta luzes diurnas em LED com elementos em forma de Y e uma grade totalmente reestilizada. Na parte traseira, o logo da DACIA e as novas lanternas com fundo preto. com iluminação em LED, completam o visual.

Mais moderno e equipado

Por dentro, a versão francesa do Renault Kwid E-Tech também herdou elementos do Duster em sua atualização. O hatch elétrico agora oferece um quadro de instrumentos de 7 polegadas, configurável, de série, e uma central de 10 polegadas para as versões topo de linha.

Continua após a publicidade

O compacto também ganhou volante com ajuste de altura, difusores de ar-condicionado estilizados, porta-luvas iluminado e porta-copos aquecido, “mimos” que não temos, ao menos por enquanto, na versão brasileira do Spring elétrico.

O acabamento também foi melhorado, e agora oferece dois tons distintos nos bancos e nos painéis. O espaço para bagagens no renovado Kwid francês também foi mais bem trabalhado, pois há agora um segundo porta-malas, localizado acima do motor elétrico, com acesso pelo capô.

Motorização e autonomia

Continua após a publicidade

Em termos de motorização e autonomia, a Dacia não mexeu no que já era oferecido no Kwid elétrico francês. O carro é oferecido com duas opções de motorização — 45 cv ou 65 cv — e o mesmo pacote de baterias de 26,7 kWh, que dão ao compacto alcance de até 250 quilômetros por carga, no ciclo europeu.

A novidade em relação a esse quesito é a possibilidade de utilizar o pequeno hatch como estação de recarga, já que ele agora oferece o carregamento bidirecional V2L (Vehicle to Load), útil para emergências com dispositivos externos de até 220 volts e 16 amperes.

Ainda não há informações oficiais sobre a chegada da reestilização do Spring E-Tech para a versão brasileira do carro, mas com a nova onda de investimentos da Renault, é bem possível que o Kwid E-Tech, em breve, receba o facelift e algumas (ou todas) as novidades do conterrâneo francês.