Novo Fiat 500 elétrico chega ao Brasil por R$ 240 mil; veja detalhes

Novo Fiat 500 elétrico chega ao Brasil por R$ 240 mil; veja detalhes

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 03 de Agosto de 2021 às 19h10
Divulgação/ Fiat Brasil

A Fiat anunciou nesta terça-feira (03) a chegada do novo Fiat 500 elétrico ao Brasil. O modelo é o primeiro carro 100% eletrificado da marca italiana a ser vendido no país e será importado da Itália em versão única, a topo de gama Icon. Ela traz a melhor autonomia da linha e o melhor motor. Além disso, o compacto é equipado com muitas tecnologias semiautônomas e o sistema de conectividade Fiat Connect Me, com Wi-Fi nativo e outras funções remotas.

Totalmente novo

Em apresentação à imprensa, a Fiat deu todos os detalhes sobre o novo 500 elétrico. Logo de cara, a montadora tratou de esclarecer que se trata de um carro completamente novo, com mais de 90% de componentes inéditos em relação à geração passada, vendida no Brasil durante alguns anos. A responsável por essa evolução é a plataforma Mini EV, que pode abrigar não apenas o motor elétrico e bateria, mas também as tecnologias semiautônomas.

(Imagem: Divulgação/Fiat Brasil)

Bom para a cidade

Assim como sua primeira geração, lançada em 1957, o Fiat 500 elétrico é uma aposta da montadora italiana para evoluir nos aspectos de mobilidade urbana. Além de compacto e com design chamativo, o compacto exibe qualidades interessantes quando pensamos em carros elétricos, notadamente avançados em tecnologia e, sobretudo, segurança para seus passageiros.

Mas, falando em desempenho e autonomia, o 500 elétrico não faz feio. O motor entrega 87 kW, o que equivale a 118 cavalos de potência a 4.200 rpm. O que mais impressiona, entretanto, é o torque, que atinge surpreendentes 22,4 kgf/m. Isso faz com que o Fiat 500 elétrico necessite de apenas 9 segundos para atingir 100 km/h e tenha uma retomada de 60km/h a 100 km/h em 4,8 segundos.

(Imagem: Divulgação/Fiat Brasil)

Já na autonomia, o 500 elétrico também vai bem, com 320 quilômetros declarados, o suficiente para cobrir, com sobras, o deslocamento médio diário de cerca de 30 quilômetros. Testes realizados pela Fiat no Polo Automotivo de Betim/MG indicaram que o carro pode chegar a 460 km de autonomia rodando em condições ideais, algo que já detectamos em outros modelos em testes aqui no Canaltech.

O compacto possui três modos de condução (Normal, Range e Sherpa), que podem ser selecionados no console central, combinando com o seu estilo de condução.

  • Normal: oferece um estilo de direção mais próximo à experiência tradicional de condução. Toda a potência e torque do sistema de tração estão disponíveis. O veículo desacelera com efeito de freio motor, como em um veículo convencional, carregando parcialmente a bateria. Esse modo apresenta a função “Creeping”, no qual o veículo inicia seu movimento ao liberar o pedal do freio;
  • Range: ativa a função “One Pedal Driving”. Melhora a recuperação da energia, a desaceleração aumenta e o freio é usado apenas para emergências ou para parar completamente o carro: na prática o veículo é usado basicamente com o pedal do acelerador. Ao selecionar este modo de condução, o motorista maximiza a frenagem regenerativa e, portanto, também o alcance;
  • Sherpa: ajusta vários parâmetros de condução, como velocidade máxima (limitada a 80 km/h), resposta do acelerador (reduzir o consumo de energia) e desativação do ar-condicionado e sistemas auxiliares de aquecimento (vidros e retrovisor) para reduzir ao mínimo o consumo e, assim, garantir que o condutor alcance o destino definido no sistema de navegação ou na estação de carregamento mais próxima.

Carregamento

O 500 elétrico vem com um cabo padrão de 6 metros de comprimento para carregamento doméstico, que se conecta a uma tomada de três pinos em casa. O porta-malas abriga um espaço adequado para armazenar esse cabo. A tomada inteligente Type 2, localizada na lateral direita do veículo, permite o carregamento tanto em AC (corrente alternada) como em DC (corrente contínua).

(Imagem: Divulgação/Fiat Brasil)

A Fiat também pesquisou junto ao consumidor a necessidade de um carregador rápido. A marca indica a comercialização de produtos com a WEG, parceira certificada pela montadora para venda e instalação dos carregadores WallBox, no qual a carga completa pode se dar em até 4 horas. Para os 20 primeiros clientes que comprarem o 500 na pré-venda, ela virá gratuitamente.

Segurança com estilo

Uma das preocupações quando pensamos em carros elétricos é seu ruído — ou a falta dele. Para evitar acidentes, a Fiat implementou um recurso interessante no 500 elétrico: o Sistema de Alerta Acústico de Veículos (AVAS), um aviso acústico para pedestres e ciclistas em velocidades de até 20 km/h. A partir de 25 km/h, o som escolhido não é um sinal acústico comum, mas sim Amarcord, de Nino Rota.

(Imagem: Divulgação/Fiat Brasil)

Além disso, o 500 elétrico traz o que há de melhor em segurança semiautônoma, algo que ajuda a justificar a evolução e o investimento para ter este automóvel. Fazem parte do pacote os seguintes itens:

  • Controle de cruzeiro adaptativo com Stop & Go;
  • Lane Centering: o 500 elétrico reconhece os sinais de trânsito além das faixas de marcação na pista ao ativar o dispositivo, mantendo o carro no centro da faixa de rodagem e tornando a direção mais segura (contando que as marcações na pista sejam detectadas corretamente);
  • Assistente de frenagem autônoma com detecção de pedestre;
  • Detector de placas de limite de velocidade;
  • Detector de fadiga;
  • Monitoramento de ponto cego;
  • Sensores de estacionamento 360°;
  • Assistente de estacionamento (Park Assist)

Há ainda seis airbags, câmera traseira de alta resolução, comutador de luz alta, sensor de chuva e monitoramento de pressão dos pneus.

Conectado

A central multimídia do Fiat 500 elétrico tem tela de 10,25 polegadas e é das mais completas do mercado. Ela conta com GPS nativo, que indica pontos de carregamento e se você tem autonomia nas baterias para chegar até um deles, e é capaz de fazer o espelhamento com o Android Auto e o Apple Car Play sem fio. O carregamento do smartphone também conta com tecnologia wireless.

(Imagem: Divulgação/Fiat Brasil)

O carro também é equipado com o Fiat Connect Me, que permite a conexão do automóvel com a Amazon Alexa e muitas outras funções remotas por meio de aplicativo, como destravamento das portas, partida do motor, climatização, localização do carro e até programação da recarga. Esse sistema também conta com a conexão internet nativa em parceria com a TIM, além de um programa de Concierge.

Preço e disponibilidade

O Fiat 500 elétrico entrou em pré-venda nesta terça-feira (03), mas será comercializado no Brasil na versão Icon em dez concessionárias de nove cidades: Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Campinas (SP), São Paulo (SP) com duas lojas, Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF) e Recife (PE).

O preço sugerido é de R$ 239.990.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.