Fusca pode renascer com versão elétrica, mas não pelas mãos da Volkswagen

Fusca pode renascer com versão elétrica, mas não pelas mãos da Volkswagen

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 23 de Agosto de 2021 às 11h45
Divulgação/Ora-GreatWall

As empresas chinesas gostam de fazer releituras de produtos lançados no ocidente e isso tem feito muito sucesso, principalmente quando pensamos em eletrônicos. O setor automotivo parece querer seguir essa tendência e uma das montadoras mais famosas do país asiático, a Great Wall, gerou uma certa polêmica ao revelar um protótipo de carro elétrico que se parece muito com o Fusca, clássico compacto da Volkswagen que dominou o mercado por décadas.

Chamado de Ballet Cat, o automóvel será mostrado com mais detalhes no Salão do Automóvel de Chengdu, que acontece no próximo dia 29 de agosto. Ao observar as imagens, percebe-se que ele traz linhas muito parecidas com o Fusca, isso sem contar a parte interna, equipada com volante e acabamento semelhantes ao modelo alemão. O diferencial, além de todo o pacote de equipamentos, que deve ser robusto, é a motorização elétrica, já confirmada pela Great Wall.

Se chegar ao mercado, porém, o "Fusca elétrico" chinês deve enfrentar problemas de ordem jurídica. Isso porque a Volkswagen já considera investigar se há plágio no desenvolvimento do projeto desde a aparição de um outro clone de Fusca, o Punk Cat, revelado pela Great Wall em abril no Salão do Automóvel de Xangai, e que tem aparência mais semelhante ao Fusca moderno, que teve sua produção encerrada em 2019, na Alemanha.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

As especificações técnicas e o modelo que será, de fato, lançado ao mercado pela Ora, submarca da Great Wall, devem ser revelados durante o Salão de Chengdu, que começa no próximo dia 29 de agosto e vai até 7 de setembro.

Fonte: Inside EVs (1 e 2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.